TIMER P/ DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO DE FERRO DE SOLDA – C/ PIC 16F628A (REF293)

5

Costuma esquecer seu ferro de solda ligado? Então veja este artigo…

Afinal, quem já não esqueceu ligado um ferro de solda na bancada por muitas horas!
Esta montagem visa desligar automaticamente um ferro de solda se ele permanecer por um período programado de tempo no seu suporte (descanso). Veja o esquema abaixo:

TIMER_FERRO_SOLDA_CATODO

Temos um PIC 16F628A para contar o tempo e multiplexar os dois displays de sete seguimentos.
Estes dois displays mostram apenas os minutos restante de temporização.
Para informar a situação de uso do ferro, temos uma micro chave colocada no suporte de sustentação do ferro (descanso). Com o ferro de solda no suporte, a micro chave desliga o pino 3 do gnd. Com o ferro sendo usado (fora do suporte), a micro chave deverá ligar o pino 3 no gnd.
Toda vez que o ferro é retirado do suporte, será recarregado o tempo programado para desligamento.
Se o ferro ficar no suporte por mais tempo que o programado, então ele será desligado.
Caso queiramos antecipar o desligamento, basta apertar o interruptor ‘delay_off’ com o ferro no suporte. Imediatamente após o aperto, será desligado a alimentação do ferro de solda e os displays mostrarão ’00’.

Nesta versão 1, o tempo é fixo no programa ‘C’. A única forma de altera-lo é mudando o valor no arquivo ‘C’ e recompilar usando CCS C Compiler.
Como o tempo de desligamento pode ser diferente de um hobista para outro, então foi feita a versão 2, com um interruptor adicional (‘adj_tempo’) que permite programar o tempo desejado de 1 a 99 minutos.
Veja a figura abaixo:

TIMER_F_SOLDA_ADJ_CATODO

Para programar o tempo de desligamento desejado, aperte o botão ‘adj_tempo’. Passará a incrementar enquanto mantiver apertado. Para decrementar, solte o botão e espere meio segundo e reaperte. Mantendo apertado passará a decrementar. Se soltar e esperar mais meio segundo, ao apertar novamente irá inverter o sentido de novo. Quando chegar no tempo desejado, solte o botão e espere o display dar uma piscada. Isto indicará que o valor ajustado mostrado nos displays foi salvo na EEprom interna do PIC.
Toda vez que o ferro de solda for retirado do suporte, será este tempo salvo na EEprom que será recarregado.
Como na versão 1, podemos finalizar o tempo de delay com o ferro no suporte, apertando o interruptor ‘delay-off’. Isto fará que o ferro seja desligado, desde que ele permaneça no suporte.
No termino do tempo, os displays ficaram continuamente mostrando ’00’.
Alguns talvez prefiram um esquema que desligue absolutamente tudo ao termino do tempo.
Então o esquema abaixo seja o mais indicado nesta escolha de desligamento total:

TIMER_F_SOLDA_ADJ_AUTO_CATODO

Para poder ligar, foi acrescentado mais um novo interruptor momentâneo denominado de ‘start’. Este fica diretamente em paralelo com os contatos do relé. Como este interruptor trabalhará com a tensão da rede, você deverá adquirir um com bom isolamento e de boa qualidade. Note que o próprio transformador de alimentação fica ligado após os contatos deste relé.
Portanto, para iniciar o processo precisamos apertar o interruptor ‘start’ com o ferro de solda fora do suporte. Com ele no suporte, irá apenas ligar os displays enquanto estiver apertando o botão ‘start’.
Um disco piezoelétrico irá emitir o aviso de encerramento de tempo com 5 bips seguidos. Também, quando a contagem chegar a 1 minuto restante, se ouvirá um bip curto para alertar o usuário do desligamento iminente. Caso queira manter ligado por mais tempo, retire do suporte e recoloque. Isto permitirá mais um novo período de tempo.
Para alimentar o circuito foi usado uma fonte convencional com transformador de 110/220V (tensão da rede local) para 9v+9V,com 300 mA de corrente no secundário. A tensão de saída de 9V após retificada chegará a 12 volts necessários ao funcionamento do relé. Use um regulador 7805 para reduzir a 5 Volts e fornecer a tensão correta de funcionamento do PIC.
Logicamente, outras aplicações podem ser pensadas para esta montagem. Por exemplo: desligar um ferro de passar roupas, que também costumam ser esquecidos ligados pelas donas de casas. Neste caso, uma micro chave deverá ser instalada no local de descanso do ferro, na tábua de passar roupas. Quem sabe, no futuro, os fabricantes coloquem um sensor no cabo do ferro, que desligue depois de um tempo se não houver alguém ‘segurando’ ele.
Obs. Esta montagem é experimental, sendo de caráter didático, montada apenas em placa experimental (do tipo “Breadboard”), sujeita a “bugs” ainda não detectados. Está sendo fornecido os arquivos para que cada hobista possa alterar o programa segundo suas necessidades.

Segue pasta zipada com os todos os arquivos da montagem:
timer_ferro_solda

Em 02/07/2017 foi acrescentado esta versão com controle adicional da temperatura do ferro de solda, por meio de um potenciômetro e usando o método tradicional de controle de fase AC. Veja o esquema abaixo:

Segue pasta zipada abaixo com os arquivos para esta versão (02/07/2017):

TIMER_SOLDADOR_REG_TEMP_

Manuais:
PIC16F628A DATASHEET

Curiosidades:
O resistente cérebro do esquilo-do-ártico
Os desafios para resolver o “problema da longitude”
Conferências climáticas — fazem alguma diferença?
Fim do mundo — do que as pessoas têm mais medo
Seu filho está com febre?

Outros assuntos:
É importante dar tarefas aos filhos
Fotos — Por que é bom pensar antes de compartilhar?
Como mostrar que valoriza seu cônjuge
O que significa o número 666?
O que a Bíblia diz sobre casamento entre pessoas de raças diferentes?
Será que você tem um anjo da guarda?

Vídeos:
Você Pode Ter uma Família Feliz!
Celular e você: quem manda em quem?
Como enfrentar o bullying sem partir para a briga
Quem é o Autor da Bíblia?
Será que é amor ou paixão?
Tenha mais paciência
Fale a verdade
Eu me cansei das religiões

Até o próximo artigo!

5

29 comments

  1. 0

    Bom dia meu Amigo! gostaria que me ajudasse em um pequeno problema que tento resolver em um portão de elevação, preciso do seguinte, um sensor reed, uma botoeira,duas saídas bi-estáveis e duas saídas de pulso de aproximadamente 500ms.
    Funcionamento:
    pressionando a botoeira: saída 1= pulso de 500ms
    saída 2= liga relé 1
    portão abriu e imã está sobre o reed: saída 3= pulso de 500ms
    saída 4= liga relé2
    pressionando novamente a botoeira: saída 1= pulso de 500ms
    saída 2= desliga relé 1
    portão fechou e imã não está mais sobre o reed: saída 3= pulso de 500ms
    saída 4= desliga relé2

    Pode me ajudar nessa? nem que for porções de código pra eu tentar fazer aqui?
    desde já agradeço!!!

    1. 0

      Olá Sergio!
      Eu não tenho ideia do modo de operação deste “portão de elevação”. Seria um “portão basculante” ou é outra aplicação? Suponho que o estado inicial das saídas temporizadas e biestáveis sejam ‘desligadas’. Parece, pela lógica, que terá que usar 2 reed, pois um indicará aberto (quando efetivamente estiver no máximo aberto) e outro para indicar fechado (quando estiver completamente fechado). Tem alguns pontos que não ficou claro: A botoeira se for acionada novamente enquanto estiver no processo de fechamento ou abertura deverá mudar imediatamente o processo ou poderá ficar inativa até que o processo de fechamento ou abertura se encerre? Quando ocorre o pulso, a saída biestável tem de aguardar o fim do pulso para acionar ou acionam concomitantes?
      O modo de operação dos reles indicam que na abertura, depois de um tempo, ambos reles ficam ligados. É um acionamento estranho. Poderia compartilhar como isto realmente funcionará?
      Cláudio

      1. 0

        Boa tarde Claudio, sim os estados iniciais serão desligados.
        Vamos dar um exemplo:
        uma pessoa aperta a botoeira, nesse momento a saída 1 emite de imediado um pulso de 500ms (que vai um relé que aciona o motor do portão) e muda o estado da saída 2 de desligado para ligado e assim permanecer até outro toque na botoeira, isso pode ser ao mesmo tempo.
        Quando o portão estiver aberto e o imã estiver atuando sobre o reed, emite na saída 3 um pulso de 500ms que vou usar para um comando remoto bi-estável que o portão está aberto ( já tenho pronto esse bi-estável por isso só o pulso mesmo) e muda de desligado para ligado a saída 4 e assim permanece até novo toque na botoeira.
        Quando for pressionado novamente a botoeira, manda novamente o pulso de 500ms na saída 1, muda o estado para desligado na saída 2, o portão começa a fechar e o imã para de atuar sobre o reed, então nesse momento, novamente um pulso de 500ms na saída 3 e muda o estado de ligado para desligado na saída 4. A estrovenga é estranha mas vai me ajudar a resolver um problema de um equipamento que tenho em um motel à pelo menos 10 anos e ta me dando dor de cabeça! Agradeço muito se puder me ajudar nessa empreitada!! Forte abraço e Deus lhe recompense! vou fazer uma conta Paypal para colaborar com o blog, que é fantástico!!

      2. 0

        Boa noite Claudio, esqueci de um detalhe ele tem que gravar o estado da saída em caso de falta de energia!

  2. 0

    Claudio, Boa Tarde.
    Desculpe invadir este tópico, mas estão fechados os comentários no tópico pertinente.
    Montei o termoetro de 4 digitos com display de led, com o 16F628A e sensor DS18B20, há +- 6 meses, funcionando para medir a temperatura ambiente. Bom, resolvi testa-lo nos extremos de temperatura, com água em ebulição, (funcionou perfeitamente).
    Coloquei o sensor no freezer, e, quando chegou em zero grau, o mesmo “pula” para -55 Cº , passando a subir a temperatura indicada, até estabilizar em -38 Cº. Sei que o freezer alcança até +- -18 à -20 Cº, não atingindo -38 C°.
    Por favor, alguma sugestão do ocorrido?

    Obrigado pela atenção.
    Roberto Christof

    1. 0

      Olá Christof!
      Por favor, verifique se você está usando a versão do firmware de 13/04/2014 ‘termometro_7seg_ds18b20_v1’ ou se é a versão mais antiga.
      Cláudio

  3. 0

    Olá Larios. você dar pra fazer um timer com um botão de 15 minuto toda vez que aperta ele aumenta 15 minuto com display 7 segmentos

    1. 0

      Olá Alberis!
      Desculpe mas fiquei curioso no objetivo deste timer. Poderia compartilhar conosco?
      Cláudio

      1. 0

        Olá Lario é um temporizador é para usa no video game ele vai funcionar a sim quando apertar ele dar um tempinho e com mesa a contar acionando um reler este temporizador e com 2 display de 7 segmentos

        1. 0

          Olá Alberis!
          Seria algo para controlar o tempo que alguém utiliza o videogame (filhos)? Por exemplo, você programa 1:15 h e depois que acabasse o tempo desligaria o videogame? Ou não é nada disso?
          Cláudio

          1. 0

            olha Lario este timer é para um amigo meu ele tem video game e os povo jogar nestes video game ai é só aperta no potão ele marca 15 minutos e espera 3 segundos ai começa a contagem

  4. 0

    Olá Cláudio. Gostei muito do site, ótimos projetos e ótimos artigos, curiosidades, etc. Sou iniciante na área, aliás quero começar a estudar sobre microcontroladores, estou ainda dando os primeiros passos. Queria muito montar, não sei se já tem aqui algo assim, um circuito para resfriamento de amplificadores que acionasse um cooler automaticamente, tipo assim, esse circuito teria um display 7 segmento 2 dígito para medir a temperatura interna do amplificador, no dissipador por exemplo e assim que atingisse uma certa temperatura, uns 50 graus por exemplo o circuito acionaria um cooler por um determinado tempo, 2 minutos por exemplo, via relé ou transistor (melhor ainda), desligando depois desse tempo e claro tudo recomeçando no caso de um novo excesso de temperatura. Um LED indicador mostrando que o cooler está em on que no caso poderia ser até mesmo o ponto do display. Procurei algo parecido aqui e não achei.

    1. 0

      Olá Caca Silva!
      Agradeço seu comentário apreciativo aos artigos publicados e desejo sucesso em seu aprendizado sobre microcontroladores. Um tal artigo exatamente para indicar e controlar o resfriamento de um cooler em amplificadores de som ainda não postei nenhum. Mas poderá usar outros artigos com tema “Termostato” para isto. Segue alguns que me lembro:
      FAÇA UM SIMPLES TERMOSTATO ELETRÔNICO COM UM PIC 16F676 (SENSOR LM35)
      http://blog.larios.tecnologia.ws/iBlog/archives/2254

      FAÇA UM TERMOSTATO COM PIC16F676 E 3 DISPLAY DE 7 SEGUIMENTOS (ESCALA DE 0-100 GRAUS, COM SENSOR LM35)
      http://blog.larios.tecnologia.ws/iBlog/archives/2456

      FAÇA UM VERSÁTIL TERMOSTATO COM DS18B20 E PIC 16F628A – VERSÃO 7 SEGUIMENTOS (REF143)
      http://blog.larios.tecnologia.ws/iBlog/?s=termostato

      TERMOSTATO P/ AQUÁRIO – C/ PIC 12F675 E DS18B20 (REF275)
      http://blog.larios.tecnologia.ws/iBlog/?s=termostato

      Obrigado

  5. 0

    Olá Claudio …. conforme o projeto simulando um sensor de temperatura com ds18b20, estou tentando fazer um emulador também agora do ds1990b.
    Estou tento algumas dificuldades para poder ler uma string via serial (ttl do pic) e enviar via one wire por um pino de saido do pic … pode me auxiliar ..

  6. 0

    Boa Tarde Larios,
    Parabene pelo projeto. Bastante util em dias de economia financeira. Tambem ajuda a preservar a ponta do ferro de processo de desgaste por oxidação. Para melhorar esse projeto sugiro o uso de triac no lugar do rele, e mais importante, usando o triac se poderia controlar a temperatura por controle do angulo de condução do triac. Usava isso em meu ferro de solda antigo que esquentava demais. Obrigado por compartilhar muitas de suas ideias e projetos. Ronaldo

    1. 0

      Olá R_Merola!
      Agradeço a sua sugestão relacionada com o uso de um triac. Ela é muito bem-vinda.
      Claudio

  7. 0

    Amigo ok , um dia que seu tempo estiver mais disponivel , estuda a ideia de um protetor para amplificador de auido microcontrolado , tipo um sensor de temperatura + sensor de tensão DC na saida , um display pra indicar – clip , overload e outras , fiz uma doação pra ajudar ok

    1. 0

      Olá Liliano!
      Obrigado por sua sugestão e também a sua doação. Eu não estou muito familiarizado com os problemas dos amplificadores. O sensor de temperatura seria para desligar quanto atinge um dado valor? O sensor de DC? Eu não tenho ideia de como faze-lo, uma vez que o sinal é alternado nas várias frequências de áudio. Também, como ele seria usado? E o display para indicar clip? Suponho que seja quando o sinal está forte demais e está cortando a forma de onda. Ou não? Overload? Seria excesso de potência na saída?
      Pelo que aparenta, o sistema teria que ser bem rápido para processar muitas variáveis. Acredito que o projeto não usaria um pic comum, mas necessitaria de um DSpic. Também teria que ter valores padrões de comparação, que provavelmente seria obtidos com testes de um determinado amplificador de som + conjunto de alto falantes. Bem, se for isto, eu devo reconhecer as minhas limitações. Eu sinceramente não seria a pessoa mais indicada para projetar este tipo de circuito desta ordem de complexidade.
      Cláudio

      Cláudio

      1. 0

        mas a base seria um circuito pra FAN , sensor de temperatura acionando uma saida , outro seria um timer para dar partida suave ( soft Start ) tipo assim que alimentar o micro ele tem que levar um tempo pra habilitar as saidas para cada rele , o sensor de corrente Dc é simples eu te envio o esquema , seira praticamente – um micro com controle de ventuinha , 2 entradas que indo a zero aciona sua saida individualmente ( sensor DC ) o tempo de partida para tudo funcionar .

        1. 0

          Olá Liliano!
          Obrigado pelo esclarecimento. Vou estudar o link para me inteirar do funcionamento.
          Obrigado

          Cláudio

  8. 0

    Caro amigo , muito bom esse projeto pra varias ultilidades , uma duvida tem como alterar o display para anodo comum ?

    1. 0

      Olá Liliano!
      Se você baixar a pasta zipada de nome ‘timer_ferro_solda’ e descompacta-la notará que já está disponível as versões com ânodo comum e cátodo comum. Portanto, use a versão que você preferir.
      Cláudio

  9. 0

    Nuevamente gracias Claudio. Muy interesante las modificaciones en el proyecto, ahora me pondré a terminar lo que ya a visto.
    Hasta pronto y no olvide mi ofrecimiento.

  10. 0

    Olá mestre Claudio, obrigado por mais um excelente projeto! Aproveitando a oportunidade gostaria de contribuir com seu blog mas não tenho e não uso Paypal, se houver outra forma para contribuição poste aqui, obrigado por seus brilhantes projetos, são ótimos e temos a oportunidade de personaliza-los com o código aberto. Se todos fossem como você estaríamos muito mais avançados como país e pessoas. Parabéns!

    1. 1

      Olá Carlos!
      Agradecemos seu gentil comentário. Muitos dos ‘projetos’ são resultados de sugestões de colaboradores. O mérito também pertence a eles. É o caso desta montagem, sugerido pelo Sr. Fernando Jerez, com algumas adaptações adicionais. Quanto a contribuir, infelizmente não temos ainda outra forma de contribuição senão o Paypal. Mas agradecemos a sua boa intenção. Agradecemos também a todos os que tem dado sugestões, pois na medida do possível, muitos poderão se tornar montagens funcionais.
      Cláudio

Comments are closed.