SENHA ELETRONICA (CODE LOCK) SEM FIO – COM PIC 12F629 (PROTOCOLO HT6P20B)

0

Voce é daquelas pessoas que não gosta de andar por aí com um monte de chaves? Como seria bom não precisar delas !!! Mas, enfim, algum meio tem de ser usado para não permitir a entrada de pessoas indesejadas e não autorizadas. Uma solução é o uso de uma fechadura com senha digital. Que tal uma sem fio?

Já foi publicada uma versão desta fechadura, mas esta é diferente: Imita a função de um controle remoto de portão ou de alarmes (chaveirinhos que usem ci HT6P20B) e transmite via RF para uma placa receptora (portão/alarme). Afixada ao lado de uma porta ou portão, basta digitar a senha para liberar a entrada ou mesmo, ligar o portão automático (com a vantagem de não ter que quebrar paredes para passar conduites ou fios pendurados externamente). Veja o esquema abaixo!


Com respeito ao teclado, foi usado um teclado comum de telefone, que com ajuda de uma rede de 6 diodos 1N4148, obtemos uma forma de multiplexar os dados, sempre acionando uma saida por vez e lendo as outras, se estão em nivel =1. Uma vez identificada uma tecla apertada, será salvo o valor da tecla , um ‘bip’ será gerado e finalmente, o programa aguardará a tecla ser solta. Ao digitar a senha correta, será gerado um trem de pulso do mesmo padrão do HT6P20B, que após ser ‘aprendido’ pela placa receptora, acionará um dispositivo (ex. portão). No arquivo Asm existe a opção de se acionar o botão esquerdo, ou direito, ou mesmo, ambos os botões (hex está com ‘ambos’) quando se transmite o codigo para o receptor. Altere conforme desejar. O tempo do periodo do bit padrão (lambda) pode também ser alterado nas ‘definições de usuarios’ alterando o valor de T_PULSO (deve ser entre 200 a 400 microsegundos). Pode ser escolhido opcionalmente, o chip 12f675, ao invés do 12f629, descomentando um e comentando outro. O código de 3 bytes da word clone HT6p20b pode ser alterada também, caso coincida com algum controle remoto já em uso. Para isto, digite novos valores para ‘SER0…SER2’.
Com respeito ao uso deste equipamento, temos que entrar com uma senha de 6 digitos para a liberação, por ex. de uma fechadura. A senha inicial é ‘012345’, devendo ser trocada por uma pessoal. Evite as já conhecidas datas de nascimento, casamento, etc. Para trocar a senha digite ‘*74123’ que entrará em modo de ‘troca de senha’. Um bip longo será ouvido. Digite a senha antiga . Após digita-la, ocorrerá outro bip longo. Digite a senha nova (6 DIGITOS). Mais um bip longo . Digite novamente a nova senha , para
confirmar a mudança. Se tudo deu certo, se ouvirá 3 bips longos. Pronto!!! Já estamos de senha nova!!!
A cada tecla digitada será produzido um ‘bip’. A tecla ‘#’ quando apertada, cancelará a operação e retorna ao inicio do programa. A tecla ‘*’, excetuando se ela for o primeiro digito, serve para limpar erro de digitação . Com respeito ao teclado, como existem muitos tipos, coloquei uma tabela de que pinos ligam com quem, para o caso de duvidas quanto a ligação ou até mesmo uma adaptação. Após trocar a senha, muito cuidado para não esquece-la, pois terá que examinar a EEprom nos primeiros endereços para saber (em ascii) ou limpar a flash e descarregar de novo o programa hex.
Após a digitação da senha correta, ouve-se um ‘bip’ mais prolongado . Após 3 tentativas erradas, o teclado será bloqueado por 3 minutos e se ouvirá um longo bip. Caso iniciemos uma digitação e paramos por algum motivo, em 30 segundos , resetará o programa, apagando o que foi digitado.
A função de C5 junto a base do transistor de saida de som do ‘bip’, é eliminar o ruido do chaveamento do teclado, filtrando e deixando passar somente a frequência do bip. Sem ele, ouve-se um som um tanto irritante de forma constante. Os testes foram realizados em placa de protoboard ,(sujeitos a bugs em uso de campo).

Segue abaixo o código Asm:

SENHA_SF_ASM

Segue abaixo o código Hex:

SENHA_SF_HEX

Curiosidades:
Cuidado! Podem roubar sua identidade!

Até o próximo artigo!!!

0