FAÇA SEU AUTOMODELO RÁDIO CONTROLADO – COM PIC 12F675 (REF127)

2

Gostaria de montar um pequeno carrinho de controle remoto? Com controle de direção, velocidade para frente/trás regulável a PWM? Com 2 botões para acionar uma ‘buzina’ e ‘iluminação’?

Muitos leitores gostam de montar seus próprios veiculos controlados por RF. Muitos tem este hobby em alto grau de sofisticação. Este protótipo com certeza, não irá atender a quem já brinca a muitos anos com controle remoto. Mas, poderá ser uma iniciação a quem gostaria de começar com algo bem simples. Digamos que a simplicidade é marcante, apesar do muito que a montagem pode oferecer. Veja o esquema abaixo:

Usando um pequeno pic 12F675 no TX e outro no RX, podemos controlar, graças ao programa carregado neles, um motor de tração, em modo pwm de tensão e também um servo motor (de padrão de pulso = 1 a 2 ms), para acionar a direção do carrinho. Não vamos entrar no carácter descritivo da montagem mecânica, como fixação de rodas, tirantes, instalação de motores,etc., mas sim na parte eletrônica do dispositivo. Cada um poderá então escolher como fará seu próprio protótipo. Talvez possa aproveitar um carrinho quebrado e refazer a parte eletrônica, ou começar do zero, fazendo um inteiro projeto da estrutura e aparência.
Conforme pode ser observado, o Pic fornece 2 saídas separadas para PWM, modo tensão: 1 no pino 3 e outra no pino 2. A ideia é fazer o acionamento para frente em uma e para trás em outra. No TX, quando o potenciômetro se encontra na posição central de seu cursor, teremos a condição de desligado no motor de tração. Acionando o potenciômetro para aumentar irá gerar PWM na saída do pino 2 proporcional ao movimento do cursor. Em sentido contrário, irá gerar no pino 3. Portanto, no TX, teremos que manter o potenciômetro centrado por molas para dar exatamente a metade da sua resistência ôhmica.
Assim, em uso, mover a alavanca ligada ao potenciômetro para trás deverá produzir movimento do carrinho para trás (ré) , soltando o acionamento tem que desligar o carrinho. Se acionarmos para frente, deverá produzirá movimento para frente.
Com respeito a direção, o servo controle do tipo pwm 1-2ms, deverá acionar via tirante, a direção do carrinho. No TX, deverá ter um potenciômetro também centrado, de maneira que acionando para esquerda, o carrinho vá para esquerda. No meio, o carrinho deverá seguir em frente. E acionando para direita no TX, deverá virar a direção para direita no carrinho.
Os potenciômetros poderão ser adaptados com uso de alavancas ou engrenagens, ou usar um comercial retirado de carrinho de controle da sucata.
Os 2 botões poderão ser usados em modo ‘retenção’ para acionar leds que imitem os ‘faróis’ e também ligar um pequeno ‘buzzer’ para imitar uma ‘buzina’, sendo este botão em modo ‘pulso’. O modo pode ser trocado individualmente por alterar no arquivo c do receptor e recompilar.
Importante lembrar, que deverá ser separada a alimentação do PIC e receptor da alimentação do servo e motor de tração, uma vez que estes produzem muita interferência e ruídos elétricos na alimentação de tensão aos quais estão ligados. Isto pode ser feito usando pilhas grandes para o motor e uma pequena bateria de 9 volts com um regulador de tensão 7805, para obter os 5 volts do PIC.
Com respeito aos transistores da saída do motor de tração, foi optado o par BC548/558 por serem pequenos e de facil montagem. Mas se optar usar um motor de corrente maior que a corrente máxima suportada por eles, então poderá substitui-los por outros de maior potência, como os TIP41/42, por exemplo.
Um detalhe importante, é que foi usado um número serial no TX que tem que ser igual no RX, para funcionar. Isto impede que o receptor funcione com outro TX com a mesma montagem (exceto se tiver o mesmo serial, ou seja, um ‘clone’). Mas não é garantia de funcionamento, se vários conjuntos forem montados e ligados próximos. Poderão interferir entre si. Use canais de frequência diferentes se optar por montar vários pares diferentes.
OBS. Esta montagem foi testada apenas em placa de protoboard, sujeita a bugs ainda não observados. Está sendo fornecido os arquivos que poderão ser alterados conforme a necessidade do hobbysta.

Segue pasta zipada com os arquivos do TX e RX (em “C”), já atualizados ( em 30-11-2013) com a nova versão para o receptor. No anterior, o servo apresentava trepidações em algumas situações e o software foi modificado para corrigir isto. Nesta pasta, encontraremos o arquivo ‘C’ com possibilidade de ser compilado em modo normal para saída do servo ( 1-2ms , sendo 45° para esquerda e 45° graus para direita) ou modo ‘estendido’ (750-2750 useg, sendo 90º para esquerda e 90° para direita). Também , poderá obter os arquivos hex já compilado para as 2 versões e do transmissor:

cr_automodelo_arquivos

Manuais:
Servo-Motor
Modulação por Pulso
PIC12F675

Curiosidades:
O “endereço” perfeito da Terra
A arca de Noé e a arquitetura naval
O túnel rodoviário mais comprido do mundo
Quando a montanha tentou juntar-se ao mar
Há algo de errado com o clima?
Use a tecnologia de modo respeitoso e econômico
Carros – no presente e no passado
Gás natural — energia para o lar

Outros assuntos:

Como ser feliz no casamento?
Como ser um bom ouvinte
Como lidar com as dívidas
Como resolver problemas no casamento
Aprenda a perdoar
Como lidar com os sogros
Como criar filhos responsáveis
Como administrar o seu dinheiro
Ensine valores morais a seus filhos
Como evitar ferir com palavras?
Como tratar seu cônjuge com respeito?

Até o próximo artigo!!!

2

61 comentários sobre “FAÇA SEU AUTOMODELO RÁDIO CONTROLADO – COM PIC 12F675 (REF127)

  1. 0

    Boa tarde Claudio! Primeiramente parabéns pelos seus projetos, você nos ajuda muito!
    Gostaria de saber com qual voltagem e máxima amp de motor q posso utilizar nesse projeto?
    Muito Obrigado desde já!
    Grande Abraço

    1. 0

      Olá jmmlongato!
      Com o par bc557/547 terá de usar motores pequenos com máximo de 0,5 Amperes. Mude os transístores para correntes e tensões maiores e coloque dissipadores térmicos.
      Cláudio

  2. 0

    Olá Sr. Lários, será que fica muito complicado fazer alterações no programa e circuito, para q se possa usar o pic para controlar os movimentos como em um tanque? tipo, ao ser acionado um pot pra cima ou baixo os motores irem pra frente/ré e outro pot que usaria para mover os motores dir/esq. porém teria de remover o servo motor ne? Obgr, abçs

    1. 0

      Olá Emilio!
      Deixa ver se eu entendi bem a sua sugestão. Ao invés de ter um servo de 0-2ms, trocar por mais uma saída para controle de motor DC iguais aos dos pinos 2 e 3. É isto mesmo?
      Se for faltará um pino. Ou eliminar uma função como os leds ou buzina. Como seria usado? Para controlar um brinquedo usando 2 motores DC como um “tanque” com esteira usa-se exatamente 2 motores independentes. Mas a lógica de funcionamento teria que ser toda mudada. Seria algo similar ao usado em controle de cadeiras de rodas, onde acionando para frente gira ambos os motores, e quando aciona para um dos lados concomitantemente, dependendo do grau, desliga um dos motores ou até o inverte para obter o giro de 360°.
      Pode compartilhar mais informações quanto ao uso?
      Claudio

      1. 1

        Isso msm sr. Lários, que bom q entendeu, é o mesmo funcionamento da cadeira. O projeto é apenas para hobby mesmo, utilizei seu projeto com o 12f675 de 5 canais, e fiz um robo usando motores dc com redução e corrente de bicicletas, fiz as inversões dos motores utilizando 4 relés em modo pulso, e um para led.. tudo funcionou muito bem, mas seria bem melhor com o controle pwm. Depois q vi esse projeto do automodelo, pensei na possibilidade de fazer da forma que falei. As placas que fazem este tipo de controle são caras e não achei na internet nenhum tipo de controlador com pic com o projeto e codigo disponivel. acredito q o grande problema nesse tipo de funcionamento, é fazer uma certa “mixagem” dos dois pot de acionamento dos motores. O sr. poderia me dar uma ideia de como posso fazer? usando ponte h não deu certo, nem msm com o l293 para dois motores,não consegui. agradeço a ajuda. obrigado !

        1. 0

          Olá Emílio!
          Obrigado por compartilhar a sua ideia. A “mixagem” que você se refere é o que exatamente? Você está usando potenciômetro duplo daqueles de controle de vídeo games?
          Claudio

          1. 0

            Eu q agradeço a imensa ajuda sr. Claudio.

            Se puder, veja este link para o sr. poder ver como funciona a placa q falei: https://youtu.be/QcZqY7BJ1ow?t=1m33s

            Este é o projeto que pretendo fazer, porém no robô: https://www.youtube.com/watch?v=hxSt73rgY5E —> não tem disponível o código fonte

            O controle seria exatamente como uma cadeira de rodas. A mixagem q me refiro, seria “unir” os dados dos dois potenciometros para gerar o pwm necessário para cada motor independente, bem como o sr. disse, de acordo com o grau acionado, inverter a rotação fazendo um lado girar mais rapido que o outro ou um giro de 360°. Pretendo sim utilizar este potenciometro duplo de video games. Nos projetos que vi funcionam assim:
            * Acionando a alavanca pra cima, motores sentido horario
            *Acionando a alavanca pra baixo: motores sentido anti-horario
            *Acionando a alavanca para esquerda, motor esquerdo sentido horario e direito anti-horario
            *Acionando a alavanca para direita, motor esquerdo sentido anti-horario e direito horario
            Fazendo o giro de 360°
            *Acionando a alavanca nas diagonais: (aqui onde entra o “mixer”, que juntaria os sinais pwm dos dois potenciometros) motores com giros proporcionais ao lado da alavanca, pra cima ou baixo.

            O sr. acha que é possível fazer este projeto utilizado este msm PIC? Grato pela ajuda!!!

          2. 0

            Olá Emilio!
            Parabéns! Bem explicado, com bastante linhas e links. A questão parece ser o tal “mixer”. Não saberia ainda como fazer isto, mas assim que tiver um tempinho, vou pegar um lápis e papel para analisar uma possível lógica.
            Claudio

  3. 0

    Olá Cláudio, me tire mais uma dúvida por gentileza… Estou querendo montar dois destes circuitos dentro de um controle de PS2 de vídeo game, e a primeira dúvida é: Os potênciometros acoplados são de 10K, é possível alterar no programa para que ele leia este valor? E a segunda é:
    No TX 1, usaria a alavanca da esquerda para controlar os motores para frente/ré (cima/baixo) e para os lados (direita/esquerda)acionando a ponte H e no TX 2 na alavanca da direita, usaria dois servos para controlar uma câmera que ficaria no robô. Minha dúvida, é saber se ao acionar a ponte H, por exemplo com os motores indo pra frente, se daria algum tipo de curto se acionasse a alavanca para os lados, visto que o joystick move para todas as direções. Deu pra entender? =) Espero que possa me ajudar, estou vendo umas vídeos aulas de PIC no youtube, porém ainda não sei muita coisa e comprei um gravador e alguns PIC para poder por em prática meu projeto. Obrigado pela atenção. Abraços !

    1. 0

      Olá Gerson!
      Vamos ver se respondo certo:
      Pergunta 1)Os potenciômetros acoplados são de 10K, é possível alterar no programa para que ele leia este valor?

      r. Você pode usar o potenciômetro de 10k no lugar do de 4k7 sem precisa modificar nada no programa. Até outros valores funcionaria sem problemas.

      Pergunta 2) Se ao acionar a ponte H, por exemplo com os motores indo pra frente, se daria algum tipo de curto se acionasse a alavanca para os lados, visto que o joystick move para todas as direções?
      r. Acredito que não teria problema, uma vez que os potenciômetros do JoyStick são independentes um do outro.
      A pergunta que lhe faço é : Como você vai fazer com as saídas? Vai usar 2 receptores com frequências diferentes?
      Cláudio

      1. 0

        Obrigado Cláudio.
        Pretendo utilizar dois módulos RF 433mhz, vi que no seu código tem o serial number, porém vou testar amanhã pra ver se não dá conflito usando na mesma frequência, e tentarei também usar diodos na entrada do módulo RF pra ver se consigo enviar sinal dos dois PICs com um só módulo (vai que dá certo né, kk)… Caso contrário comprarei outro de 315Mhz.

        Em relação a ponte H, é porque os motores que movem o robô pra frente, serão os mesmos que vão mover para os lados, tipo aqueles robôs de esteira.. Por isso acho que pode dar algum tipo de curto. Imagina

        1. 0

          Complementando.. Sem querer saiu:

          Imagina que o robô vai pra frente (joystick todo pra cima) caso eu coloque um pouco na diagonal iria acionar o outro potenciômetro e assim a saída da outra ponte H.
          Valeu Cládio. Abraço !

          1. 0

            Olá Gerson!
            Creio que você deve ter um esquema em mente. Somente analise a questão do funcionamento para evitar a situação de um curto. Quanto a interferir, se for acionado dois ao mesmo tempo haverá conflito.
            Cláudio

  4. 0

    olar cludio liguei o led na saida do transmissor mais o led fica aceso direto e dando uma as piscadinhas aperto o botao nada acontece textei tanbem no simudador e ta amesma coisa nao sei o que ta acontecendo nao to fazendo nada de errado baxei o arquivo hex e gravei mais nada verifiquei o pic 12
    f675 tudo ok e eu ja conseguir fazer uns do seus projetos que e SERVO_CAMERA_ e funcionou beleza

    1. 0

      Olá José Carlos!
      Não sei dizer o que pode estar acontecendo no seu caso. Eu e outros do blog já montaram e funcionou, conforme os comentários. De atenção aos pontos abaixo:
      1) Confira as ligações conforme o esquema fornecido. Certifique que cada pino do pic esteja ligado aos componentes corretos. Confira e reconfira!
      2) Certifique de estar alimentando o pic com 5 volts regulados.
      3) Certifique que o byte de calibração não tenha sido perdido.
      4) Verifique se o seu programador programou a palavra de configuração.
      5)Certifique que o rx/tx sejam da mesma frequência.
      6)Verifique se está ligando corretamente o seu rx e também o tx com o esquema do fabricante deles.

      Faça testes por etapas:
      1) Monte o circuito do tx
      2) Programe o pic e coloque no circuito
      3) Alimente o circuito com 5 volts e aperte o botão de transmissão (qualquer um)
      4) Verifique se sai um sinal no pino 2 do pic (tx) nesta ocasião. Use um osciloscópio, ou um disco piezo elétrico ou um led com um resistor de 470ohms em série.
      Nesta etapa, apertando e soltando o botão tem que fornecer sinal na saída do pic no pino 2;
      Se não fornecer, tem algo errado:
      1) O pic tem alimentação -> no pino 1 com 5 volts? No pino 8 tem o gnd?
      2) O pic tem 5 volts no pino 4 através do resistor de 4k7? (senão ocorre um reset)
      3)As ligações estão corretas – confira tudo de novo, inclusive se não está montando o pic ao contrário (marca indica o pino 1)
      4)Se tudo ok acima -> leia o pic com o programador e confira se o programa gravado é igual ao do arquivo .hex fornecido.
      5) Verifique o ultimo endereço se tem o byte de calibração intacto começando com 34 xx.
      Se não tiver mas mostrar apenas 3f ff, não irá funcionar.
      6) Leia a palavra de configuração e confira com o arquivo C ou ASM (depende de qual usou)
      Quando consegui fazer o tx funcionar, então irá partir para o receptor da mesma forma como o acima.
      Não desista! Todo começo é difícil!

      Cláudio

    1. 0

      Olá Ata!
      Escrever código em asm é pelo menos 10 vezes mais demorado. Os compiladores ‘c’ geram um arquivo chamado ‘list’ que mostra como foi montado em assembly. Talvez isto possa ajudar você a entender o código gerado.
      Cláudio

    2. 0

      olar claudio esse nao consequi fazer funcionar mesmo coloquei o led no pino 2 e ele fica aceso sem eu apertar nem um botao textei no proteus e ficou amesma coisa oque pode ta acontecendo me ajuda por favor

      1. 0

        Olá José Carlos!

        A parte disto, você testou se o tx está realmente transmitindo? Quando aperta uma tecla ou gira um dos potenciômetros altera o sinal da saída? Verificou isto com um osciloscópio?
        Se está transmitindo ok, o sinal chega no receptor no pino 4 do pic? Se chega, está alterando conforme aperta os botões ou gira algum potenciômetro?
        Se estiver ok nesta parte mas a saída do pic do rx não reage, será que programou o hex correto? Será que não perdeu o byte de calibração? Será que as ligações estão corretas no receptor, correspondendo ao esquema passado? As tensões estão corretas?
        Estes arquivos hex já foram usados por alguns do blog sem problemas, e desde então não houve nenhuma alteração neles, que talvez pudesse justificar isto.
        Você disse que testou no Proteus. Você simulou ambos, o transmissor e receptor?
        Cláudio

  5. 0

    larios tudo bem eu quero adaptar esse progeto em uma cadeira de rodas de um deficiente mas sem controle remoto tem como fazer os comandos direto no pic

    1. 0

      Olá Gelmir!
      Na realidade, o que você necessita seria um sistema de controle de motor de tração (com reversão) incluindo um sistema de direção esquerda e direita. O sistema em sí dependerá do tipo de motor a ser usado (DC,AC,com escovas, sem escovas…) e para projetá-lo exigirá conhecimentos de mecânica, elétrica e eletrônica. Existem muitas empresas que fornecem kits para adaptar motores as cadeiras convencionais, de uma forma rápida e sem os estresses de um projeto mau sucedido.
      Cláudio

      1. 0

        ola tudo bem eu so tecnico em eletronica e professor de eletronica senai tenho o progeto pronto com motor dc o mesmo de limpador de motor de passo 😆

        1. 0

          Olá Gelmir!
          Como funciona este seu projeto? Com 2 motores? Ou 1 único motor?
          Motor de corrente continua com escovas? Qual tensão de trabalho? Usa joy-stick para controlar (dois potenciômetros para função frente/tras e esquerda/direita)? Velocidades por contatores e resistor de velocidades ou pwm? Tenho curiosidade em conhecer o sistema.
          Cláudio

      2. 0

        olar graudio muito obrigado pela sua atençao eu queria saber se em caso tiver tudo ok com o byt de calibraçao se tenho que altera o programa mesmo asim o deixo tudo como ta outra coisa to usando Módulo Rf Transmissor Receptor 315 Mhz dese modelo mais novo e no seus projetos voce usa o de 433mhz serar que e porisso que nao ta dando certo

        1. 0

          Olá José Carlos!
          Com respeito ao tx/rx, a única coisa que deve ter em mente é que tanto o tx como o rx devem ser da mesma frequência. Isto que dizer que ao transmitir o sinal tem que ser recebido pelo receptor. Poderá usar qualquer frequência que desejar, escolhendo de preferência as permitidas pela lei neste tipo de aplicação. Você não precisa alterar nada no programa se vai usar como está no artigo, bastando pegar o arquivo .hex do tx e gravar no pic que vai ficar na parte de transmissão e da mesma forma, pegar o arquivo .hex do rx e programar o pic que vai ficar no receptor. Cuidado para não inverter os pic’s após a programação, colocando o do tx no rx e vice-versa.
          Uma dica: Grave um por vez e já coloque no circuito. Ex. grave o pic com o arquivo .hex do tx e pegue o pic gravado e coloque no soquete (ou bread_board) do circuito. Depois faça o mesmo com o pic do receptor. Isto evita confusão. Poderá, como opção, com uma caneta para marcar CD, escrever debaixo do pic ‘tx’ ou ‘rx’, para poder saber quem é quem.
          Para identificar o problema, comece com o tx. Verifique se na saída do pic para o circuito transmissor produz sinal ao apertar qualquer dos botões. Poderá usar um led com um resistor de 470 ohms em série ou um disco piezo elétrico para ouvir o sinal quando se aperta um botão.
          Se estiver gerando o sinal ao apertar, passe para o receptor. Desta forma você determina aonde está o problema: no tx ou no rx.
          Cláudio

    1. 0

      olar claudio se caso o pic tiver perdido o byt de calibraçao e sso eu colocar isso// #define PERDI_BYTE_CALIBRACAO que funciona normalmente

      1. 0

        Olá José Carlos! Não entendi! Você está perguntando ou afirmando?
        Caso seja uma pergunta, sim, poderá descomentar este ‘define’ retirando o ‘//’ e recompilando com o CCS C compiler. Então poderá usar o novo hex gerado que será colocado um valor provisório no byte de calibração.
        Cláudio

  6. 0

    lario tudo bem? rapaz de todos o projeto seu que montei todos funcionaram bem,inclusive fiz uma adaptação deste automodelo usando uma ponte h com fet e um motor de levantar vidro de carro como surperservo para a direção e outra ponte h para tração e para teste do usei o testa servo com poteciometro para calibrar,resultado o automodelo ficou show mesmo.lario muito obrigado pelos projetos que desenvolvem que nos ajudam tornamos profissionais.proximo desafio agora é montar o relogio para deficiente visual e aplicar no robô educativo valeu pelo seu esforço e bons trabalhos.

    1. 0

      Olá José!
      Muito legal a sua utilização! É isto mesmo! Achar aplicações interessantes para as idéias deste e de outros sites realmente pode ajudar no desenvolvimento profissional de quem deseja aprender a trabalhar com microcontroladores ou mesmo, como hobistas.
      Obrigado

      Claudio

    1. 0

      Ah só complementando, utilizei os indutores no motor e também o capacitor de 100nF na alimentação. isto é de supra importância para não resetar o PIC. Vai ai a dica.
      O indutor para o servo até coloquei mais ele fritou e também não funcionava legal.

  7. 0

    Uhm, comprei agora a tarde os indutores. Espetei no circuito. Um muito bom por enquanto. Só o de 220uH é que saiu fumaça, ai retirei. Mesmo assim o PIC não resetou. farei teste com o carro montado e depois se ele por acaso continuar resetando ai usarei uma outra alimentação exclusiva para o PIC e para o RX. Vamos ver no que dá qq coisa depois posto o resultado.
    Cláudio onde podemos inserir fotos (imagens) no blog ? Valeu galera

    1. 0

      Olá Joseanascimento! Que bom, não é mesmo! Quanto ao indutor sair fumaça, você deve lembrar que indutores são classificados pela indutância e também pela corrente de trabalho. Os pequenos não suportam mais que 100 mA e se aquecem se colocados em circuitos com alto consumo e podem até interromper. Verei com o administrador do site sobre o assunto de inserir fotos e imagens.
      Cláudio

  8. 0

    Caro Carlos Larios, seria possível usar o sinal tx e rx na própria rede que alimenta os circuitos por exemplo, em uma maquete de ferreomodelismo a alimentação são nos próprios trilhos, o tx ficaria em um painel e o rx na maquete, simulei no proteus substituindo os rádios por um fio e funcionou, mas se eu pudesse utilizar os próprios trilhos então poderia colocar dentro das locomotivas. Agradeço sua atenção.

    1. 0

      Olá Fernando! Parece que você deseja mandar o sinal junto com a alimentação do brinquedo. Eu não tenho nenhum circuito ou ideia para isto. Em todo caso, terá que ter uma frequência moduladora (talvez 100khz) e bobinas que isolem a rf até o local onde será captado. Mas o grande problema será a interferência dos motores na alimentação. Vai ter uma tarefa difícil, eu suponho!
      Cláudio

  9. 0

    Segunda parte do comentário:
    Inseri uma bateria de 7,4V no receptor, claro para o pic e o RX baixei (7805) para 5V. Funciona quase tudo, só o motor que só vai para uma posição. Coloquei um motor menor e ele a principio girou uma vez e depois parou só gira para um lado. O resto está bacana, liga os leds, (canal 6 e 7) controla a direção através do joystick mais o motor esta me dando dor de cabeça.
    Bom a princípio havia usado o BC 556 (segundo datasheet tensão um pouco maior na alimentação). Não estou usando o capacitor de 100nF no pino 1 e em paralelo com o motor e também o indutor de 10uH. Será isto ? Dois testes que fiz e que me levaram a confirmar que o circuito está correto. Retirei o PIC da placa. Peguei um jamper e inseri sinal (5V) no pino 2 (motor girou para esquerda). Inseri sinal no pino 3 (motor direita). Conclusão erro na montagem da ponte não é. Segundo teste. Coloquei o PIC ma placa e interliguei os pinos 1, 8 e 4. Depois peguei somente do pino 2 somente e ele girou para esquerda. Depois o pino 3 ele girou para direita. Conclusão: Está gerando as duas PWM (pino 2 e 3). Descobri uma agora mesmo. Regravei o PIC, coloquei na placa de novo e 😆 funcionou para os dois lados. Quando espetei o servo 😥 e agora é falta mesmo do indutor ? será que o PIC está resetando. Ajuda please. Valeu galera.

    1. 0

      Olá Joseanascimento!
      Você deverá usar alimentação separada para os motores e para o pic, pois produz reset com os picos induzidos no motor. Poderá tentar usar filtros LC na alimentação, para melhorar a emissão de interferência conforme sugerido no esquema.

      Cláudio

  10. 0

    Boa noite Claudio,

    Este projeto será embasado no meu carro RC.
    Já arranquei toda parte elétrica, deixando só o motor principal.
    Vamos aos comentários.

    Usei um servo motor para fazer a direção (até aí tudo tranquilo).
    Os faróis traseiro e a milha ficarão no pino 7 (L/D), utilizei um resistor e um BC548 para chavear o sinal, estava com medo do PIC não suportar uma vez que utilizei 2 leds piranha e 2 led vermelho retangular (até ai beleza).
    Para o farol usei o pino 6 (flash) ou pulso (beleza).
    Vamos ao transmissor depois comentamos o motor (que tem algum gato).
    O receptor desmontei um joystick do PS2, deixando-o inteiro porém com uma grande mudança interna. Usei uma bateria de 9V recarregável e com uma chave alavanca tenho carregamento e utilização. Outra hora explico melhor aos amigos do fórum. Alimentei com 9V porém usei um 78L05 para regular a tensão para o PIC. alimentei os potenciômetros (um fará o controle do servo e o outro do motor). Tentarei postar as fotos e depois a grande dor de cabeça, mais devo admitir está ficando show.

    José Antonio

  11. 0

    lario muito bom dia espero está gosando de muitas alegrias.
    lario por ventura voce não possui algo relacionado ao circuito eletronico interno de servomotor utilizando pic? ou algo parecido?obrigado.

    1. 0

      Olá José! Infelizmente não tenho. Mas deve haver muita informação na Internet sobre isto. Já fez uma pesquisa?
      Claudio

  12. 0

    Claudio! ah como alterar o pot para valores maiores do tipo10,30,50k? pois aki em minha cidade com esse valor é bem dificil

    1. 0

      Olá Niiniis! Experimente! “Quem não tem cão caça com gato”. De preferência a valores entre 2k a 50k.
      Cláudio

  13. 0

    cleber boa tarde:obrigado pelo esforço e enteresse de me ajudar,visto que estou querendo utilizar este motor para funcionar como servomotor de potencia mais elevada,é um circuito que na verdade ainda não fiz caso voce tenha algo desta natureza e queira humildimente me ajudar ficarei aguardando.no mais um forte abraço.

  14. 0

    lario boa tarde: tenho usado este circuito pwm com reversão com otimos resultado,e surgiu uma nova ideia
    eu gostaria de controlar um motor de levantar vidro que deve ser em torno de uns 20amp pretendo utilizar cerca de 12 mosfet há alguma restriçao neste caso? e quanto a usar o mesmo circuito?como se fosse um módulo pwm com reversão!não irei usar o radio tx nem rx vou ligar um pic direto no outro.desde ja agradeço pela vossa atenção.

    1. 0

      Olá José Luis!
      Você disse ’12 Mosfets’? Vai ficar enorme sua montagem! Experimente adquirir os Mosfet com baixa resistência de dreno-supridouro (ex. 2sk3703) que suportam altas correntes. Você monta e testa. E se der certo, retorna com um comentário.
      Cláudio

    2. 0

      Boa tarde José, esses motores do levantador de vidro dependendo da carga aplicada ele pode chagar até 22Amp, mas isso com 12Nm em seu eixo e para 6Nm a corrente será por volta de 12 Amp.
      E´so para lhe dar uma base sobre a corrente encima desses motores. espero que tenha lhe ajudado.

      1. 0

        Ah outra coisa esses motores geralmente tem uma chave termica dentro deles, para evitar que se queime com temperaturas altas,então se for para usalos para ficar funcionando por longo tempo ele vai parar de funcioar em algum momento, mas a chave termica retorna ao fechamento assim que esfria.

  15. 0

    lario agora fiquei alegre com os resultados que obtivo,fiz varios testes e não apresentaram mais a trepidaçao gravei tanto hex de 45g como o de 90g ambos apresentaram os mesmos resultados otimos.o desempenho de partida são exelentes,o angulo de abertura do servo tambem muito bacana. valeu lario muito thanks rsrsrsr

  16. 0

    lario boa tarde.quero informar que montei este circuito de automodelo,que por sinal tem um bom desenpenho na partida em ambos sentido frente e ré,setas e buzina tambem responde muito bem.somente o servo está trepidando.eu fiz teste com os 2 hex do receptor,em um o servo abre cerca 45g para cada lado o outro abre o dobro 9og de cada lado porem em ambos os casos ele trepida help us.

    1. 0

      Olá José! Sobre a questão de trepidar , experimente colocar um pequeno indutor de 220 microHenrys em série com a alimentação do servo. Lembre-se de usar uma alimentação separada para o pic/ receptor e outra para o servo/ motores, visto que estes causam picos que resetam o pic e causam a ‘ trepidação’.
      Cláudio

    2. 0

      Olá José! Por favor, use o novo código já corrigido no artigo, com link aqui. O anterior código, em algumas posições do potenciômetro, realmente apresentava trepidação exagerada no servo. Aguardo o seu retorno…
      Cláudio

  17. 0

    Olá Claudio ainda nw montei este controle remoto mas fika ai uma dica que tbm é minha duvida ao invez de usar a ponte com transistor nw poderiamos usar o CI L293.

    Obrigado e parabens pelo projeto

Os comentários estão fechados.