FAÇA UM FREQUENCÍMETRO PARA SEU RECEPTOR – COM PIC 16F628A (REF130)

6

Gostaria de ler a frequência sintonizada por seu receptor em um display LCD?

Através da leitura da frequência do oscilador local e subtraindo a frequência intermediária, poderemos ler diretamente a frequência sintonizada. Isto pode ser bem comodo, dispensando a escala mecânica. São inúmeros projetos na Internet com este tópico, sendo que alguns tem até recursos para alterar o valor da frequência de FI, sem necessitar uma compilação do programa.
Esta versão, no entanto, é bem simples, podendo se alterar os valores no arquivo ‘C’ e recompilando, sem muitas facilidades. Geralmente, usamos de forma definitiva em um receptor, não justificando código adicional , que talvez, nunca seja usado. Veja o esquema abaixo:

Para fazer a leitura da frequência, foi usado o Timer 1, em uma janela de tempo de 1 segundo. Um pré-amplificador com 2 transistores eleva o nível de sinal para valores apropriados a entrada do Timer 1. Um Trimpot de 4k7 foi usado para ajustar adequadamente o valor da tensão nesta entrada. Inicialmente, podemos fazer um ‘jump’ entre a entrada do frequêncimetro com o pino 16 do PIC. O Trimpot deve ser ajustado de forma a apresentar a frequência do próprio oscilador do pic, no caso, a frequência de 20 Mhz. Depois de ajustado, poderemos ligar a entrada no oscilador local do aparelho, se for para uso junto ao receptor. A apresentação é feita em um LCD de 16×2, usando apenas 4 linhas para os dados enviados. Para calibrar o equipamento, foi previsto um Trimmer de 3-30 pF. Pode-se usar um frequencímetro padrão para isto. A alimentação poderá ser fornecida pelo próprio receptor, com ajuda de um regulador 7805.
Caso necessite adicionar ou subtrair o valor da frequência intermediária, comente/descomente as linhas de código,conforme abaixo:

//==============================================================================
//ESCOLHA AQUI O VALOR DA FREQUENCIA INTERMEDIARIA (NÃO USE PONTOS OU VIRGULA):

int32 const valor_FI = 8988300; //FI Altere conforme a freq. intermediaria
//int32 const valor_FI = 8989000; //FI Altere conforme a freq. intermediaria

//==============================================================================
//ESCOLHA A AÇÃO: SE DEVERÁ SOMAR OU SUBTRAIR (EM ‘HZ’)
//OBS.CASO NÃO NECESSITE SOMAR OU SUBTRAIR, APENAS LER A FREQUÊNCIA REAL, ENTÃO
// COMENTE AS 2 LINHAS ABAIXO.

// #define soma_freq_intermediaria //DESCOMENTE PARA SOMAR VALOR DA FI
#define subtrai_freq_intermediaria //DESCOMENTE PARA SUBTRAIR VALOR DA FI

//OBS. DESCOMENTE APENAS UMA OPÇÃO.
//==============================================================================

Depois, deverá recompilar o projeto para obter o novo arquivo Hex, que será usado para carregar o PIC16f628a.
OBS. Esta montagem foi feita apenas em placa de protoboard, sujeita a bugs ainda não identificados, sendo fornecido os arquivos que poderão ser modificados conforme a necessidade do hobista.

Segue pasta zipada com os arquivos do projeto feito em compilador “C” ( Atenção: Este hex nesta pasta, está compilado em modo “subtraindo FI” de 8,989.000 mhz. Caso necessite outros valores ou ainda sem o recurso de somar/subtrair, então comente as linhas conforme o explicado no artigo acima e recompile. Verifique se abaixo não tem alguma versão já compilada, que possa usar.) :

freq_cw

Para facilitar, segue uma versão com compilação que subtrai 455 Khz da frequência de entrada e em Hertz:

freq_cw_sub_455khz

Adicionalmente, segue uma versão com compilação que subtrai 455 Khz da frequência de entrada, com 1 dígitos após a virgula e em Kilohertz:

freq_cw_AM

Também, para quem desejar ter apenas a leitura direta da frequência de entrada, sem necessitar somar ou subtrair alguma frequência Intermediária, deverá usar esta versão:

freq_cw_no_FI

Em 08/08/2016 foi postado esta versão com uso de outros pinos do microcontrolador para comunicação com o LCD (compilado para leitura direta da frequência de entrada. Altere para outras opções no arquivo c e recompile para obter novo arquivo hex):

FREQ_CW_GEN

Manuais:
PIC16f628a

Curiosidades:
Espantosos sentidos no mundo animal
“Um trabalhador incansável”
Proteja sua audição!
Escritório ou trincheira?
Manter sigilo — ontem e hoje
Qual o objetivo dos cuidados paliativos?
A língua da selva — segredos da comunicação entre os animais
O que leva um homem a bater na mulher?
O que é cistite intersticial?
O que você deve saber sobre epilepsia
Como recuperar-se de um divórcio

Outros assuntos:
Um site para você
Recuperar a confiança
Como disciplinar seu filho adolescente
Por que eu me corto?
Desempenhem bem o papel de pais
Como fazer seu segundo casamento dar certo
O que acontece quando morremos?
Como criar filhos responsáveis
Como administrar o seu dinheiro
Ensine valores morais a seus filhos
Ensine seus filhos bons principios com atividades de colorir
Como posso ter ânimo para exercitar
Como posso controlar meu peso?
Entrevista com um bioquímico
Adolescentes- O que fazer se estou sofrendo bullying?
Como evitar ferir com palavras?
Como tratar seu cônjuge com respeito?
Perguntas Bíblicas Respondidas

Até o próximo artigo!!!

6

104 comments

  1. 0

    Boas Claudio de db4 a db7 bate com uma placa que tenho aqui agora
    rs esta no pino 18 rw esta a terra do display E esta no pino 1 do pic poderia alter por gentileza para eu aproveitar a placa grato Claudio

    1. 0

      Olá Marcos!
      Qual montagem e pasta você se refere? Se for do frequencímetro tem 4 opções. E o restante do circuito da entrada também dará certo? Caso efetivamente de certo esta entrada, para alterar este único pino terá que alterar o conteúdo da biblioteca para o LCD vista no programa como:
      #include //arquivo para lcd na portb
      Esta biblioteca foi escrita para usar somente o portb ou portd (conforme o pic) como saída, sem opção para fragmentar os pinos em outras portas. Terá que pesquisar por uma que permita tais mudanças ou efetivamente adapta-la para esta nova funcionalidade.
      Claudio

      1. 0

        Claudio só preciso que RS do seu projeto seja mudado para pino 18 do pic , e o E do display para o pino 1 pino 13 mantem em RW do display forte abraço

        1. 0

          Olá Marcos!
          Como disse, terá que ser mudado na biblioteca do include LCD_S.H. Quando tiver um tempinho vou ver como poderia ser feita esta alteração nesta biblioteca para deixa-la mais usual na questão dos pinos. Você não respondeu qual versão você deseja usar das 4 postadas.
          Claudio

          1. 0

            obrigado Claudio, vou precisar usar offset diferentes então vou precisar ficar mudando os valores neste ponto esta correto.

            int32 const valor_FI = 8988300; //FI Altere conforme a freq. intermediaria

          2. 0

            Olá Marcos!
            Quando tiver um tempo vou trabalhar na biblioteca para esta substituição do pino.
            Cláudio

  2. 0

    Claudio, bom dia.
    Vou tentar montar esse frequencimentro para ligar em um radio px.
    Tenho algumas duvidas pq nao conheco muito bem eletronica.
    Voce teria um layout da placa de circuito impresso desse frequencimentro ? Outra duvida eh em relacao da ligacao do frequencimetro ao radio. Aonde devo ligar ?

    1. 0

      Olá Lfarah!
      Eu não fiz montagem em placa, apenas em placa experimental (protoboard). Talvez algum colega que acompanha este blog possa ter feito e também te dar alguma dica sobre onde ligar o circuito. Mas creio que deve variar de aparelho para aparelho e sempre na parte do oscilador local. Não sou a melhor pessoa para informar isto. Geralmente quem mexe com PY ou PX ou sites desta natureza.

      Cláudio

      1. 0

        Ok Claudio.
        Muito obrigado por responder.
        Aproveitando o post, voce tem algum projeto parecido com o que pretendo fazer ?
        Vou transformar uma fonte de PC para ser uma fonte de bancada com regulagem de tensão.
        Quero colocar um display desses de 16×2 para exibir as informações corrente e voltagem ?

        1. 0

          Olá Lfarah!
          Ainda não tenho um projetinho com medida de corrente e tensão. Mas creio que existem muitos sites que fornecerão esquemas e firmware para você montar.
          Cláudio

    1. 0

      Olá Domingos!
      Mas está funcionando? Você está medindo alguma coisa com ele, como o 60 hz ao tocar na entrada?
      Note que esta montagem seria a parte básica do frequencímetro, e se for usado para medir sinais de baixa amplitude terá de usar um pré-amplificador, de preferência de ganho automático. Esta parte já não é comigo, mas poderá pesquisar na internet por tais circuitos.
      Cláudio

        1. 0

          Olá Domingos!
          A frequência vai de 0 a aproximadamente 50 Mhz. Este valor final é dependente da velocidade do port do pic, variando de pic para pic um pouco. Pelo menos 40 Mhz deveria conseguir medir. Talvez o sinal que você está medindo não tenha amplitude suficiente ou a regulagem do trimpot não está adequada. Certifique de usar transistor para alta frequência ( pois alguns não conseguem ganho em alta frequência).
          Cláudio

          1. 0

            Olá Domingos!
            A escala está em hz. Então será 131030 hz. O que você está ligando na entrada para TESTE?
            Claudio

          2. 0

            Olá Domingos!
            Você tem outro frequencimetro para medir em comparação?
            Senão, poderá fazer um oscilador a cristal onde você saberá a frequência gerada e comparar com a lida.
            Claudio

          3. 0

            Olá Domingos!
            O campo elétrico gerado pelo 60 hz pode ser mais fraco em alguns lugares do que em outros (depende se tem muitos fios da rede passando perto). Não se preocupe. Mas pode acontecer também de não ler 60 hz ao tocar com as mãos,mas estar lendo valores estranhos como o que você citou, até com as pontas de medição desconectadas. Isto se deve a alta sensibilidade da entrada. Resolve colocando um resistor de alto valor (1 M ohms), da entrada ao gnd. O importante é que esteja lendo corretamente. Quanto a atingir o valor máximo entre 40 e 50 Mhz, dependerá da sensibilidade do circuito de entrada (ganho dos transistores em rf) e da amplitude da fonte de sinal (alguns casos terá que ter um pré amplificador de rf).
            Cláudio

          4. 0

            Olá Domingos!
            Deveria ler também. Qual é a tensão do ponto que está medindo? Tem componente continua? É alta tensão? Lembrando que o circuito não foi projetado para altas tensões, pois necessitaria colocar um capacitor isolador de 1 uf/600v na entrada, com um resistor de usn 2k em série, além de 2 diodos limitadores em contrafase, da gate do transitor fet para o gnd.
            Cláudio

          5. 0

            Olá Domingos!
            Sei que é óbvio isto, mas colocou o gnd ligado também ao circuito ? Alguns mosfet recebem pulsos por meio de transformadores de isolamento. Neste caso, precisa colocar a ponta viva no gate e outro no source.
            Cláudio

          6. 0

            sim claudio eu ligo o negativo no negativo onde quer medir a frequencia e a ponta prova no gate mas nao tenho susseço entereçante claudio frequencia de cristal ele medir normal
            tipo cristal 20mhz ele medi agora pra medi oque nessecito ele nao medir 😥

          7. 0

            Olá Domingos!
            Quando você faz a medição com frequencimetro o que acontece? Marca alguma coisa? Apaga? Reinicializa ?
            Claudio

          8. 0

            Olá Domingos!
            O que eu gostaria de saber é se o display mostra 0 hertz, ou algum número com 72495,4 ou mesmo mudando o valor de forma estranha, ou mesmo se fica piscando ou apagado. Você já experimentou medir com outras ondas quadradas que não na fonte chaveada?
            Cláudio

          9. 0

            ja sim claudio sabe aquela mediçao pra regular ele que vc mecionou 20mhz no pino 16 ele mede os 20mhz correto normal agora oque nessecito ele nao mede ele mostra 0hz no display quando vou medir outro tipo de frequencia
            o display fica dando uma piscadinha bem rapido mas nao ler por acaso se eu enjeta a frequencia direto ele funciona?

          10. 0

            Olá Domingos!
            Sabemos que o frequencímetro está operacional, porque mede os 20 Mhz do cristal. Creio que o problema está no acoplamento dele com o circuito a medir. Penso que possa estar acontecendo uma de 3 possibilidades:
            1) Ocorre um forte sinal que reseta o pic e ele não chega a medir (congela o display em 0).
            2) Um sinal de entrada com uma tensão muito alta, que desestabiliza o funcionamento.
            3) Ou um sinal extremamente fraco, que o frequencímetro não consegue capturar.

            Você precisa identificar o que ocorre. Meça com um osciloscópio qual é a amplitude do sinal que você está desejando medir. Se for um sinal abaixo de 0,2 volts, necessitará um pré-amplificador de sinal de entrada.
            Se for muito alto, precisará atenuar o sinal. Poderá colocar outro capacitor em série com a entrada (100nf/400v) e no ponto que liga ao frequencímetro, ligue dois diodos em contrafase ao gnd, para limitar o sinal a 0,7 volts máximos.
            No caso do primeiro caso, a montagem deve estar, de preferência, montada em caixa metálica para impedir sinais interferentes.
            Você tem o esquema do que você quer medir ou parte dele? Se tiver, envie para o email ‘claudio@larios.tecnologia.ws’ para dar uma olhada.
            Claudio

          11. 0

            Olá Domingos!
            Analisando o circuito que você mencionou, eu acredito que não está lendo por ser necessário alterar o capacitor da entrada de 22 pf (usado para frequências altas em MHZ) para um valor em torno de 100nF/400v, e aproveite para colocar os 2 diodos em contrafase. Coloque também um resistor de 1k em série com o capacitor, para proteção. A reatância capacitiva do capacitor de 22 pf é muito alta para medições em frequências baixas como em KHz.
            Experimente fazer estas alterações e retorne, por favor, o resultado.
            Cláudio

    1. 0

      Olá Marcos!
      O pic 16f628a não tem pinos suficientes para usar 6 dígitos, exceto em que se use um chip adicional para a multiplexação dos displays. Talvez um 14028b (bcd para decimal), que usa apenas 4 pinos do pic, mas tendo 10 saídas disponíveis para acionar os catodos (ou anodos) dos displays. Também o uso de um shift register ou mesmo um pic com mais pinos, como o 16f873. Mas fica gravada a sua sugestão. Obrigado!
      Claudio

  3. 0

    😆 Ola para quem se interessa neste Frequencímetro. Eu montei em plot board,funcionou à contento preciso agora ligar na FI455hz do meu radio Transglobe Philco Ford .
    Ele é analógico então fica difícil saber as frequencias das estações espero que com este Frequencímetro resolva hehehe.

    🙄 Veja ele montado em Plot Board em: http://qsldobrasil.blogspot.com

  4. 0

    🙄 Ola pessoal eu voltei a montar este frequencimetro para usar no meu radio,mas notei algo estranho depois de verificar o circuito o qual ainda nao funcionou. Achei diferente as posições do FET 245 e o Transistor BF 254 em relação ao DATA SHEET dele ou estou enganado.
    Seria bom alguem confirmar isto fiquei com dúvida amigos. Obrigado
    QSL do Brasil

    1. 0

      Olá QSL!
      Realmente, tem erro no desenho quanto aos pinos. Siga a pinagem do datasheet, até que possa corrigir no blog.
      Obrigado
      Claudio

    2. 0

      Ola Claudio Larios ,porque tem que ser somente este Display FECC1602E- FLYGBW-51LE ? O JHD 162A não serve porque? Não é compatível com o esquema?
      Gostaria que indicasse tambem um Display mas com a luz de fundo Azul .
      Obrigado .
      QSL do Brasil

      1. 0

        Olá QSL!
        Existem muitíssimos display Lcd 16 x 2 que servem para esta montagem, independente das cores de fundo e fabricante. O 1602 foi o que tinha em mãos, por isso usei. Verifique os datasheets dos lcd que pretende adquirir, quanto a compatibilidade. Talvez alguém do blog tenha usado um modelo diferente e possa lhe recomendar…
        Cláudio

  5. 0

    Boa amigos sou novo qui. gostaria de saber como faço para ler frequências de meio hertz com esse projeto. notei que ele atua bem acima de 8Hz mais preciso ler frequências de meio ou 50mHz. pediria me ajudar?
    Obrigado a todos!

    1. 0

      Olá Ilton! O artigo mencionado por você se refere a um frequencímetro próprio para receptor de radio, para monitorar a frequência sintonizada. No seu caso, você lerá frequências extremamente baixas, tendo-se que usar um método diferente de processamento de dados. Não é muito comum esta faixa de medição. Pode-se se pensar em usar o método da captura, onde ao acionar uma entrada do pic, fazemos um timer contar enquanto esta entrada ficar em determinado nível. o número de pulsos contados será proporcional a frequência neste pino de entrada. Até agora não vi nenhum artigo a respeito ainda, mas deve haver ‘escondido’ na internet. Qual é a faixa real de trabalho e onde pretende usar, se puder passar esta informação?
      Claudio

      1. 0

        Boa Claudio
        A faixa vai de 0,30Hz a 500Hz

        nem precisa ser com esse projeto mesmo
        tenho conhecimentos em linguagem C não tive dificuldade com o programa, a dificuldade que eu tenho é com a configuração do pic, eu até consegui configurando o timer 1 do pic
        mais tive dificuldades para leituras com
        casas decimais tipo 00.00Hz mesmo usando float os valor se perde totalmente, e o display indica os valores normalmente

        acho que tenho que achar um outro caminho
        se puder me ajudar obrigado.

        a o objetivo do frequencímetro que estou precisando fazer é ler a frequência em um sistema de roldanas, que fica variando o tamanho e comprimento, sendo assim impossibilitado de utilizar um tacômetro em um ponto fixo.
        desde já muito obrigado.

        set_timer1(0);
        setup_timer_1(t1_external | T1_DIV_BY_1);
        delay_ms(1000);

        setup_timer_1(T1_DISABLED);
        valor=get_timer1();

        printf(lcd_putc,”%LU HZ “,valor);

        1. 0

          Olá Ilton! Muito legal a aplicação! Agora quanto as linhas de código, me corrija se eu estiver errado:
          A frequência de 0,3Hz tem um periodo de 1/0,3 = 3,3 segundos. Isto significa que, uma vez acionado o pino t1_external pelo sinal a medir, este sinal de 0,3Hz irá mudar somente depois de 3,3 segundos. Então haverá um único incremento no timer, oque não ajudará a ter uma leitura boa. Por este método teria que usar janelas de tempo maior, como uma de 10 segundos, onde com esta frequência contaria ‘3’.
          set_timer1(0);
          setup_timer_1(t1_external | T1_DIV_BY_1);
          delay_ms(10000);

          setup_timer_1(T1_DISABLED);
          valor=get_timer1()/10; // mostra ‘0,3’ ao invés de ‘3’

          printf(lcd_putc,”%LU HZ “,valor);

          Outra opção acredito que seria a de usar o timer1 contando com oscilador interno. Talvez em seu over flow teremos que incrementar mais um contador para ‘caber’ o resultado (interrupçao do timer 1 fica fácil).
          Assim , com a entrada em ‘1’, contamos e em ‘0’ paramos a contagem, convertemos o valor do timer1 + contador aux para obter o valor a ser apresentado. Assim, em uma janela de 3,3 segundos gerada pelo sinal na entrada teremos a contagem de 3.333.333 . O período medido pode ser transformado em frequência por : 1/3333333. Multiplica-se o resultado por 1000000. Obteremos ‘0,3’.

          Outro exemplos:
          1) Obtemos após uma amostragem, o valor de 268567. Qual a frequência a ser mostrada no display:
          1000000/268567 = 3,7234 hz. (vai demorar 3,7 segundos para a captura)
          2) Obtivemos a contagem de 56. Qual a frequência?
          1000000/56 =17857,14 hz (vai demorar 56 microsegundos para a captura).
          3) Obtivemos a contagem de 16.234.567. Qual a frequência?
          1000000/16234567=0,0615969 Hz ( vai demorar 16 segundos de captura)

          set_timer1(0);
          contador_aux =0;

          while(!in_freq); // aguarda mudar de estado
          setup_timer_1(t1_internal | T1_DIV_BY_1);
          while(in_freq); // aguarda o fim da captura
          setup_timer_1(T1_DISABLED);
          valor=make32( cont_aux, get_timer1()); //desta parte em diante, precisa ser melhorada
          valor= 1000000/valor; //creio que não será problema para você
          printf(lcd_putc,”%LU HZ “,valor);

          Espero que tenha entendido meu ponto de vista do assunto. Procure a opinião de outros, pois poderá ter maneiras mais fáceis. (lembre-se que sou apenas ‘hobista’ e não programador profissional!!)
          Claudio

          1. 0

            Boa Claudio
            quer dizer Dr Claudio

            vou Rodar o código que você me disse
            Mais ou eu escrevi bem ou você tem um dom para compreender mesmo.
            mais o exemplo:
            1) Obtemos após uma amostragem, o valor de 268567. Qual a frequência a ser mostrada no display:
            1000000/268567 = 3,7234 hz. (vai demorar 3,7 segundos para a captura)

            isso mesmo que eu preciso. eu não sei bem esses “paranauê” de configurar as interrupções. mais já vi que me ajudou mesmo, com o circuito eu me viro nem preciso usar transistor de alta frequência.
            vou montar no proto board ainda nesse fim de semana não confio muito na simulação do proteus.
            mesmo assim os meu mais cordial obrigado!
            assim que eu fizer eu já comento aqui os resultados.

  6. 0

    😆 MARAVILHA !!! Funcionou ,hoje comprei outro diplay que o vendedor confirmou ser igual oque voce indicou o FECC1602E- FLYGBW-51LE,realmente a pinagem é diferente mas tudo nele funciona Luz back a do contraste pot pino 3 e o mais importante liguei ele a primeira vez so´os quadradinhos pensei vou desistir porem mexi pela centéssima vez o trimer 3a35 ,aí beleza ja apareceu a mensagem da sua empresa e o nome.
    Amanha vou testar no radio ,só tenho que descobrir onde pego o sinal ,se vai precisar amplificar tambem. Bom valeu muito obrigado !

  7. 0

    🙄 Colega estou com uma duvida ?
    O graador de PIC eu tenho um JDM ,mas qual programa que eu uso para fazer alteração no programa HEX?
    Eu baixei o HEX mas eu vi varios codigos igual a este entre parentes(freq_cw.$$$-freq_cw.c-freq_cw.PJT) e somente um HEX é este que tenho que gravar no PIC? .
    Obrigado.

    1. 0

      Olá QslBrasil! O único arquivo que deverá usar para programar é justamente o de terminação ‘.hex’. Lembrando a você que deverá fazer as mudanças de valores de FI e recompilar usando um compilador ‘C’ (CCS). O que está no blog tem FI mais elevada.
      Cláudio

      1. 0

        Olá QslBrasil! Esqueci. O compilador que deverá usar é o CCS “C” e poderá obter uma versão gratuita de teste (45 dias) aqui, após responder um breve questionário.
        Claudio

    2. 0

      Olá Qslbrasil! Para modificar o valor da FI, você deverá primeiro instalar o compilador CCS no seu PC e depois abrir e criar um projeto com nome qualquer. Anexe o arquivo ‘.c’ fornecido no blog. Este que será alterado. Depois faça a compilação para gerar o arquivo .hex que usará no programador Jdm com o pic. Veja vários tutoriais de instalação deste compilador no youtube.
      Cláudio

    3. 0

      Olá QslBrasil! Estou postando uma versão junto ao artigo com compilação para subtrair os 455 Khz. Clique aqui para ver a pasta com os arquivos. Creio que isto lhe facilitará, sendo que não precisará do CCS compiler, pois bastará apenas abrir o arquivo .hex no seu programador, com o pic no soquete e grava-lo. Desejo sinceramente que obtenha sucesso na sua montagem.
      Cláudio

    4. 0

      🙄 Fiz tudo isto quando voce menciona comparar a memoria flash é no gravador do pic então eu fiz isto ,eu apago o pic e gravo novamente,fiz varias vezes,sei-la esta tudo estranho.

      1. 0

        Olá Qslbrasil! Você está conseguindo ler o PIC? Importante verificar se seu pic foi corretamente gravado. Quando se lê a sua flash irá retornar todo o programa gravado, sendo igual ao programa .hex usado em sua gravação. Você precisa certificar de usar corretamente o gravador que está usando, nas suas várias funções. Procure ajuda no manual do seu gravador. Depois de ter certeza que o programa foi corretamente gravado é que irá atrás de outras causas, caso não funcione.
        Cláudio

  8. 0

    🙄 Amigo este Frequencimetro é o que preciso estou procurando muito tempo. Eu tenho um radio Transglobe Philco Ford 9 Band,ele é analógico ou seja de ponteiros ,mas o radio é ótimo muito bom. Entao quero deixar ele com um Digital no painel para ver as frequencis das emissoras que sintonizo por exemplo a Radio Vaticano 21680 kHz este frequencimetro vai mostrar ? Eu ja tenho um display o JHD 162A este serve e o codigo em EX onde eu baixo ele ?
    Amigo estou aguardando sua resposta ou alguem aqui do Blog,muito obrigado.
    QSLBRASIL

    1. 0

      Olá Qslbrasil!
      Percebo que você pretende ‘modernizar’ seu aparelho de rádio. Mas alguns pontos deverá levar em consideração:
      1) O circuito proposto é uma parte do sistema, pois precisará adaptar o sinal na entrada para níveis satisfatórios de funcionamento. Isto depende da amplitude do sinal do oscilador local, estudando bem o ponto de retirada deste sinal. Em alguns casos necessitará de um pequeno ‘pré-amplificador de rf’ para isto, montado em uma plaquinha a parte. Portanto, necessitará conhecer um pouco de eletrônica e ter o esquema do aparelho em mãos, para estudar onde ligar o frequencímetro.

      2) Precisará saber qual é a frequência intermediaria do seu aparelho (FI). Caso exista FI’s de 455 khz , deverá ser substituído este valor no código ‘C’ (fornecido na pasta zipada freq_cw) conforme porção de código abaixo:

      alterar de: int32 const valor_FI = 8988300; //FI Altere conforme a freq. intermediaria
      para: int32 const valor_FI = 00455000; //FI Altere conforme a freq. intermediaria

      e recompilar novamente para a leitura exata da frequência da emissora. Portanto, deverá ter conhecimento de linguagem “C” e programação de pic’s.
      3) O sistema está preparado apenas para um valor de FI. Caso exista FM (88 a 108), não haverá maneira de ligar esta parte com este código, pois exigiria uma chave de comutação e 2 valores de FI.

      Quanto ao display, poderá usa-lo sem problemas. Quanto ao hex ele está na pasta zipada freq_cw, mas está funcional apenas para a frequência intermediaria de 8,989.000 mhz (radio amador), portanto, não servirá para você. Terá que fazer a alteração no arquivo “C” usando o valor da FI desejada (provavelmente 455khz) e recompilar ( compilador CCS) para obter o novo arquivo Hex para usar no PIC.
      Espero que tenha entendido.
      Cláudio

      1. 0

        Claudio eu acho que a FI do radio é FI455,se eu alterar no programa,ou seja deixar FI 455KHZ eu pergunto quando mudar de banda por exemplo em 90 Mts vou sintonizar uma emissora e vou ver tambem a frequencia dela em digital? Este frequencimetro ele vai de ?hz até ?hz.
        Voce esqueceu de comentar se o Display que tenho serve o JHD 162A ,oque mostra no dezenho nao tem numeros. Eu quero montar mas quero ter alguma certeza que vai funcionar ,gosto de ouvir radios principalmente ondas curtas sou DX meu blog é http://qsldobrasil.blogspot.com. Obrigado amigo.

        1. 0

          Olá Qslbrasil!
          Desde que essas ‘bandas’ usem o mesmo canal de FI, será mostrado corretamente a frequência. Lembrando que o oscilador local será sempre a somatória do canal de FI + a frequência da emissora recebida. Por isso que tem que subtrair no código o valor da FI para mostrar o valor exato da emissora. A faixa de operação deste frequencímetro é de 1 hertz a 50…60 mhz, portanto, não pode ser usado em FM, exceto se colocar um prescaller (divisor de frequência) e alterar o programa “C”. Quanto ao display, já citei que ” poderá usa-lo sem problemas”, sendo que , normalmente, qualquer display lcd de 16×2 (padrão Hitachi HD44780) servirá, independente do fabricante. Caso queira arriscar fazer a montagem, faça em protoboard para teste ( um protoboard tamanho ‘grande’ caso necessite fazer um possível ‘pré-amplificador’). Obtenha também o esquema do aparelho para poder saber onde poderia retirar o sinal do oscilador local. Somente depois que obter sucesso, você deverá fazer a placa de circuito impresso (no tamanho que caiba no aparelho) e as devidas adaptações na caixa do aparelho. A propósito, seria bom considerar antes de tudo, se vai caber toda esta montagem no seu aparelho, antes de iniciar tudo.
          Cláudio

          1. 0

            😆 Opa legal gostei me animei com a resposta ,existem muitos esquema na Net mas escrevi mandei e-mail ninguem responde ,voce foi e esta sendo muito atencioso pois nao conheço bem esta técnica. Eu vou arriscar vou fazer no protoboard eu ja comprei um tenho este display JHD 162A tenho um gravador de PIC tenho este CI somente ainda persiste uma dúvida quanto a pinagem do Display nao entendi aqueles códigos sera que tem como descobrir os numeros do pino e suas ligações?Bom vou tentar ,desculpe minha ignorancia e as perguntas ,espero que compreenda e tenha muita paciencia amigos . Obrigado.

          2. 0

            Olá Qslbrasil! Tente obter o datasheet do seu modelo. Talvez possa ser este aqui. Os que tenho usado é idêntico a este datasheet.

            Sendo:

            pino 1= VSS ( gnd )
            pino 2= VCC (+5volts)
            pino 3= VO (controle de contraste do display) use um resistor de 1k ao gnd .
            pino 4= RS (determina se envia comando ou byte)
            pino 5= R/W (determina se lê ou escreve no LCD)
            pino 6= E (habilita aceitar um comando ou byte)
            pino 7= DB0 (linha de dado bit0)
            pino 7= DB0 (linha de dado bit0)
            pino 8= DB1 (linha de dado bit1)
            pino 9= DB2 (linha de dado bit2)
            pino 10= DB3 (linha de dado bit3)
            pino 11= DB4 (linha de dado bit4)
            pino 12= DB5 (linha de dado bit5)
            pino 13= DB6 (linha de dado bit6)
            pino 14= DB7 (linha de dado bit7)
            pino 15= iluminação do back (luz traseira) com leds ( +)
            pino 16= iluminação do back (luz traseira) com leds ( – )

            Alguns fabricantes colocam as letras bem visíveis para facilitar a ligação.
            Solde fios finos com pelo menos 20 cm de comprimento, desses usados em telefonia, pois facilitam a ligação em placa de protoboard.
            Caso queira usar o ‘back’, ou seja, a iluminação traseira, ligue no pino 15 a tensão de +5 volts através de um potenciometro de 470 ohms para controlar o brilho.
            E no pino 16, conecte ao gnd.

            Cláudio

          3. 0

            🙄 Ola amigo tudo bem.
            Então montei no Protboard,mas tudo que eu consegui foi ascender o Display JHD 162A . Somente a parte de cima varios quadradinhos nada mais fiquei o domingo dia inteiro nisso. Nossa estava com muita esperança . Comprei todos componentes gravei o programa os Hex conforme voce comentou gravei o outro que voce ja disponibilizou ja alterado para 455 mas nada funcionou.
            Tem alguma sugestão ?
            Obrigado colega,fico no aguardo.

          4. 0

            Olá Qslbrasil!
            É realmente frustante tentar e tentar sem resultados aparente. Mas não desista! Tente primeiro conferir todas as ligações pino a pino, em especial as que saem do pic para o LCD. Certifique de ter o data sheet do LCD para acertar corretamente a pinagem. Tente substituir o resistor de 1k ao gnd, no pino ‘VO’ do LCD, por um potenciômetro de 10 k para ajustar o contraste do LCD. Valores baixos de resistência tendem a aparecer ‘quadradinhos’ e valores altos tendem a ‘apagar’ os dígitos do LCD. Verifique com um led em série com um resistor de 470 ohms ao gnd,ou um osciloscópio, se em cada pino do lcd, DB4 a 7, ‘RS’, e ‘E’ se pisca ao ligar ou se existe sinais neles, o que indicaria operação do pic.
            Cláudio

  9. 1

    Caro Claudio, boa noite.
    Uma boa notícia. Antes de desmanchar o counter fiz mais uma tentativa. desfiz toda a entrada de RF e refiz uma nova numa plaquinha de 1cm x 1cm, usando apenas um BF494, um resistor de 47K, um resistor de 1K e um capacitor de 100K. Alimentei o circuitinho com 12volts. Liguei a saída de RF bem juntinho dos pinos 2 e 3 do PIC. Pronto, com 150mV na entrada o bichinho enxergou e a leitura foi um espetáculo. Está no rádio funcionando cem por cento. (Ainda está tudo na bancada).
    OBSERVAÇÃO: O diferencial está realmente no que voce me alertou. RF é muito crítico. Então fiz tudo bem juntinho para não perder nada.
    No seu projeto ao fechar a entrada (IN) com o pino 16 do PIC voce tem uma leitura do cristal no LCD.
    Voce faria uma alteração no programa desse meu counter para, também, fazer essa leitura do cristal? Ajuda muito.
    Att,
    João.

    1. 0

      🙄 Colega fiz os testes que voce me indicou mas ,negativo não funcionou. Nao sei se o meu gravador não esta gravando o PIC 16f628A ou o Display JHD 162A não é igual esta configuração que voce me passou .Qual o Display que voce usou neste projeto?
      Obrigado.

      1. 0

        Olá Qslbrasil!
        A pinagem do JHD162A é condizente com os que estou usando, os quais são: TECH 1602B E OUTRO WM-C1602M. Você encontrou algum sinal nos pinos ‘DB4 A DB7, RS e E’ usando o recurso do led ou um osciloscópio? Colocou o resistor de 4k7 ao gnd no pino DB7?
        Se você está com duvida se gravou o pic, basta que você leia a memória flash para confirmar e comparar o arquivo lido com o arquivo hex usado na gravação. É importante que você tenha certeza de uma boa gravação antes de procurar outras falhas.
        Cláudio

        1. 0

          🙄 Eu vi que apago o PIC 16F628A leio só veja pontos de ? ,quer dizer esta apagado. Vou no abrir dou um clic no arquivo Hex FI455 que voce me enviou ele abre no programa vou no programar tudo em vermelho e ele começa a ser gravado pois vejo o led sentilar do JDM.
          Depois vou em ler tudo e la esta o programa . Então não tem como estar errado ou não gravado,gostaria de ter um programa assim que faz que todas as saidas do PIC 16F628A ascenda um led por exemplo então eu estaria fazendo um Check-up no CI e na gravação. Mas procurei na Internet não achei. Uma sugestão :quando voce estiver com um tempinho faça um programinha assim ,tenha certeza vai ajudar muita gente que esta iniciando. Obrigado amigo!

          1. 0

            Olá Qslbrasil! Se você consegue ler o pic com o programador é sinal que gravou ok. Mas para tirar a duvida, postei um artigo baseado em sua sugestão de programa de teste tipo ‘piscaled’. Muito obrigado pela dica.
            Cláudio

          2. 0

            😆 Legal funcionou todas as saidas todas piscaram,perfeito este programinha que voce fez ficou muito bom . Então agora eu sei que meu gravador esta bom funcionando perfeitamente e os PICs que tenho(4)PIC16F628A todos estão bons.
            Vou ver se compro o Display igual este seu TECH1602B na TMG ,talvez se tivesse como injetar algum sinal na entrada para exitar o FET mas aí é muito pra mim hehe;bom agora não tem como dar errado,vou tentar mais uma vez.
            Muito obrigado sim.
            Parabens!

          3. 0

            Olá Qslbrasil! Que bom que já está sendo útil o programa de teste. Quanto a excitar o FET, veja no próprio artigo a sugestão de ‘jumpear’ a entrada de RF com o pino 16 do pic, (Xtal de 20mhz). Deverá dar a diferença entre as frequências (20.000.000 – 455.000).
            Claudio

  10. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Valeu. Vou montar o circuito acima aproveitando a montagem do circuito anterior, fazendo as modificações necessárias. Vamos aguardar os testes. Assim que concluir o projeto e testá-lo volto a contactar com os resultados.
    Quanto a tirar a RF de outro ponto não tem jeito.
    No mais, agradeço pelas dicas e orientações técnicas lhe desejando um feliz 2014 com saúde e paz junto aos familiares e que Deus te ilumine sempre.
    Att,
    João.

  11. 0

    Caro Claudio, bom dia.
    Sim, o frequêncímetro é aquele que enviei o esquema. Estou prestes a abandonar este circuito porque não está dando certo. Qualquer alteração que faço no pré-RF ele fica variando, além de não ler um sinal fraco (150mV). Outro detalhe; o simples fato de mudar o counter de posição ou mesmo fechar a caixa metálica (aterrada) ele desestabiliza e passa a variar.
    Agora vou montar o circuito acima e testá-lo na bancada em leitura direta com o oscilador a cristal e, também, no rádio HF, onde o sinal para o counter é de 150mV.
    Me tire uma dúvida:
    Eu montei um counter com display de LED com o PIC16F628A e funciona muito bem no rádio HF com FI. O sinal de entrada no counter é de + ou – 150mV e o pré-RF é bem simples: um BF 494, um resistor de 47K, um resistor de 1K e um capacitor de 100K. Fiz este pré-RF para o counter de LCD que não lê RF fraca (150mV) e ele não funciona nem com o oscilador a cristal(fica variando e não estabiliza) nem com o rádio HF (aqui também não lê). Será que tem relação com o programa gravado no PIC?
    Gostaria de entender porque o counter de Display LED funciona com sinal de 150mV na entrada e o de LCD, não. Os PIC’s e os pré-RF são os mesmos. O que difere nos circuitos são os leitores (LED e LCD), os valores dos cristais (20 e 4 Mhz)e os programas gravados nos PIC’s.
    Deve existir alguma explicação para este mistério.
    Quero montar o counter com LCD por ser mais simples de trabalhar, ter mais opção de dígitos e ter uma apresentação mais bem definida. Pena que estou com estas dificuldades. Agora, vou partir para o seu projeto e testá-lo.
    Att,
    João.

    1. 0

      Olá João! Todo circuito de RF, em geral, é crítico de manejar. Alguns circuitos tem problema com a impedância do circuito, matando o sinal ainda mais. É tentativa e erro mesmo! Não desista. Experimente vários modelos de pré- amplificadores para o sinal de entrado do frequencímetro. Tente pegar de pontos diferentes o sinal a ser medido. Lembre-se que é difícil obter ganho de sinal em frequências altas e opte por transistores próprios para altas RF. Geralmente os amplificadores com FET na entrada são melhores, pois tem alta impedância de entrada . Pode ser, não sei, que talvez tenha também o mesmo problema com o circuito acima. A vantagem é a regulagem do ponto de polarização correta pelo trimpot. Teste primeiro em protoboard e confira.
      Cláudio

  12. 0

    Caro Claudio, bom dia.
    O counter agora está zerando sem sinal na entrada (0.000,00 Khz). usando um oscilador com 5 cristais, sucata de um rádio, coloquei sinal na entrada do counter e a leitura foi precisa e estabilizada com todos os cristais.
    Problema:
    Tenho um rádio que está sem frequêncímetro, mas o sinal de RF está tudo ok, pois já testei na entrada de um frequêncímetro padrão e está lendo sem problema, em torno de 16.000,00 Khz.
    Ao colocar este sinal na entrada do counter ele não lê os 16.000,00 Khz, ficando zerado. Tem RF na entrada mas não lê. E já no oscilador à cristal ele lê normalmente.
    O que poderá estar ocorrendo?
    Att,
    João.

    1. 0

      Olá João! Estou um pouco confuso. O Frequencímetro que você se refere não é o publicado acima, mas aquele que você enviou o esquema, certo? Se for, experimente acompanhar o sinal nas etapas amplificadoras com um osciloscópio, se dispuser de um. Creio que possa, neste caso, estar chegando uma amplitude insuficiente de sinal para medir, uma vez que, com sinal forte do seu oscilador de teste com cristais está funcionando. Se for sinal fraco, tente mudar o ponto de onde apanha este sinal, ou então colocar mais uma etapa de amplificação RF na entrado do frequencímetro para compensar.
      Cláudio

  13. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Valeu a dica. Agora está zerado sem sinal.
    Vou continuar nos testes.
    Forte abraço e grato pela orientação.
    Att,
    João.

  14. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Estou com um frequêncímetro com o PIC16F628A montado
    mas está me causando um aborrecimento. Ao ligar, ele zerava (0.000,00 Khz). Do nada, ao ligar ele já não zera mais (0.000.05 Khz). Já fiz vários testes e nada. Tem um resistor de 560R em paralelo com um capacitor de 100pF que saí do coletor do transistor (saída RF) para os pinos 2 e 3 do PIC. Ao encostar o dedo nesse resistor o counter zera e fica legal. Já aumentei e diminui o valor desse resistor e nada. Voce daria uma analisada no circuito para ver o que é possível alterar objetivando zerar o counter.
    Att,
    João.

    1. 0

      Olá João! Verifique o local de onde você está tirando o sinal para ele. Na suposição de ser muito forte, precisaria atenuar, pois pode gerar inconvenientes desta natureza.
      Cláudio

  15. 0

    eu tambem não poderia de ficar de fora sem prestar os meu sinceros agradecimento ao sr lario por todos os exclarescimento tecnicos que me auxilou,pois os meus conhecimentos sobre estes protocolos (nec htp6 entre outros) estava na escuridão ate que encontrei este blog que tem constantemente me ajudado com estes projetos que eram apenas coisas do passado e por conseguinte temos aqui no nosso alcance.muito obrigado lario que seus ideais seja alcançado e seus objetivos tambem.jose luiz

  16. 0

    olá teria como trocar o pic pelo 16f688, visto que tenho aqui, que veio errado em uma compra que fiz na internet?como seria a mudança no código fonte?
    posso fazer as mudanças no diagrama, teria como fazer as mudanças no código em ‘c’

  17. 0

    Amigo desta vez não vou comentar sobre o projeto que sei que é excelente ,mas vou agradecer por tudo que vc fez neste ano , por nos aturar com as duvidas , por desenvolver projetos maravilhosos , por divulgar assim sem pedir nada em troca . Amigo você é a referencia de microcontroladores aqui no Brasil e quem dirá no mundo . muito obrigado mesmo por este ano ser um professor e dividir seus conhecimentos com muitos , eu aprendi com vc não so na area de programação quanto na vida pois conhecimeto deve ser espalhado . obrigado e um feliz Natal e um otimo ano novo pra vc e toda sua familia

  18. 0

    em relação a isso tô tranquilo pois tenho uma baita de uma fonte que fiz com um transformador de 12+12 e já vi no consumo com lâmpadas de farois de carro que consumia mais de 10A .

  19. 0

    boa tarde claudio , vim aqui para ver se você pode me ajudar . já tem um tempo que quero montar um carregador de baterias de todos os tipos ( principalmente automotiva ) e até agora só achei um que me interessou – http://www.te1.com.br/2011/12/circuito-carregador-baterias-chumbo-acido-carro-pic16f876a/#axzz2jngJOcTM
    totalmente profissional que não estraga a bateria como a maioria , tem display , seleciona qual a bateria que vai carregar e etc… sendo que não obtive sucesso em relação ao programa quando compilo e algumas peças que não achei nem na internet . achei até simples o circuito mas não conseguirei termina-lo . agora te pergunto se você pode modifica-lo ou até mesmo criar um novo carregador com um novo programa e com peças mais fáceis de achar ??

        1. 0

          Olá Michael! Para 60 Ah deverá ter um transformador de 10 Amperes, pois a carga sugerida é 10% da capacidade Ah: 6 Amperes para 60Ah. Aprendi que o melhor carregador é o de tensão constante, onde uma fonte de 13,8 volts alimenta a bateria a carregar. A medida que ela carrega, automaticamente, sem nenhum dispositivo adicional, irá reduzir por si, até chegar a um valor de manutenção de décimos de Amperes. Existem outros métodos como os com temporizações e patamares de corrente, controle de tensão e corrente, controle de tensão+corrente+ temperatura, corrente pulsadas,etc. Mas, não adianta gastar muito com isto porque o tempo de vida médio de uma bateria é de 2 anos (marcas ‘barbantes’) e 3 a 4 anos para baterias de primeira linha. Baterias recuperadas duram 6 meses e um dia ( garantia de 6 meses). Depois que elas começam a necessitar de carga, é porque suas placas já estão danificadas e quando são necessitadas, ela não fornecem mais a corrente máxima desejada. Não adianta carregar – troque.
          Cláudio

          1. 0

            concordo com você em número, gênero e grau . mas não é para meu carro , pois estou sempre trocando de ano em ano e uso a que retiro do carro para colocar junto com um nobreak que uso quando acampo e quando falta luz em casa . sendo que o nobreak nunca carrega totalmente a bateria e não dura tanto tempo assim . sei também que o ideal seria uma bateria estacionária , só que é muito cara e para poucas vezes que uso não vale a pena comprar . por isso queria um carregador .

  20. 0

    Caro Claudio, boa tarde.
    Tudo ok e entendido.
    Uma duvida:
    Tenho um programa LCDDIGI.ASM escrito para funcionar com LCD 2 x 8 ou 1 x 16.
    Pergunto: Caso eu usar um LCD 2 x 16 terá alguma incompatibilidade com o programa?
    Estou perguntando, porque montei esse projeto e não funcionou. O único componente diferente do recomendado pelo autor que usei foi o LCD. Eu não tenho o 2×8 ou 1×16.
    Att,
    João.

    1. 0

      Olá João! Não sei te informar de bate pronto. Veja os datasheets de ambos e compare. Geralmente, um programa para lcd 1×16 irá funcionar no de 2×16 somente na primeira linha, sem problemas. Mas todo caso pode ter sua exceção.
      Claudio

  21. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Acredito que descobri a pólvora, rs rs rs. Quase certeza que para gerar o .HEX eu só preciso dos arquivos, abaixo, na mesma pasta:
    freq_cw.c e LCD_S.c .
    Pelo compilador de PIC “C” a operação foi bem sucedida, sem erros.
    Confirme se estou certo, por favor.
    Se positivo, vamos em frente.
    Att,
    João.

    1. 0

      Olá joão! Se você conseguiu obter o hex é sinal que foi bem sucedido. Do contrário haveria mensagens de erro e falharia a compilação.
      Cláudio

  22. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Estou estudando o assunto. Instalei o Compilador para PIC C. Abri uma pasta “x” e coloquei os 3 arquivos extensão .c e 1 arquivo extensão .h nesta pasta.
    Estes arquivos são:asmoutput.c ; freq_cw.c ; LCD_S.C e freq_cw.h.
    Pergunto: Qual destes arquivos devo chamar para fazer a compilação? Os arquivos freq_cw.c e LCD_S.c tenho quase certeza que devem estar juntos e chamo o freq_cw.c. Minha dúvida maior está em relação aos outros dois arquivos (asmoutput.c e freq_cw.h)
    Por favor, me explique este detalhe para eu pegar o fio da meada e seguir em frente.
    att,
    João.

  23. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Me desculpe, mas não entendi nada. Tenho asmoutput.c ; freq_cw.c ; freq_cw.h ; LCD_S.c ; Pergunto: o que preciso fazer para gerar o .hex.
    Esse seu projeto é interessante mas estes arquivos estão muito complicados (como compilar esse monte de arquivo?). Se tivesse somente o asm para fazer as alterações e compilar ficaria mais simples (que prá mim já é muito complicado).
    Se voce puder dar uma analisada no asm que te enviei por e-mail, vai me ajudar bastante. O projeto , também , é bom, inclusive está aqui montado, mas estou com esse problema de não poder mudar as FI’s. Eu substituo a FI que está no asm compilo sem erros e ao ligar o circuito a FI antiga que apaguei no asm é que aparece na tela do LCD. Ou seja, é como se não tivesse feito nenhuma alteração no asm. Pedi uma ajuda ao autor, que liberou o asm, mas não obtive resposta. O circuito, no momento, só está lendo a frequência direta. As tres FI’s que estão no asm não me interessam, por isso quero mudá-las.
    Mais uma vez desculpe e muito obrigado.
    Att,
    João.

  24. 0

    Caro Claudio, boa noite.
    Muito bom. Copiei o circuito e a pasta zipada.
    Com relação aos arquivos da pasta zipada, fiquei confuso. Tem o .HEX mas não encontrei o ASM.
    Tem um monte de arquivo com extensões diversas.
    Tem: asmoutput.c ; freq_cw.c ; freq_cw.h ; LCD_S.C
    Por favor me ajude. Para compilar eu preciso do ASM e mais quais destes acima?

    Em tempo: Encontrei na web um asm/hex (liberado pelo autor). Montei o circuito e funcionou muito bem. só que não consegui mudar a FI que está no asm. te mandei por e-mail, onde expliquei o que está ocorrendo. Por favor dê uma analisada.

    Fico no aguardo.
    Att,
    João

    1. 0

      Olá João! Você está um pouco confuso, porque o programa foi feito em linguagem “C’ ao invés de ‘Assembly’. O arquivo “asmoutput.c” tem o programa gerado em assembly que poderá ser usado no MpLab_ide para alterações e recompilações. Mas é mais prático fazer as mudanças usando um compilador C da CSS e tendo como saída o arquivo Hex.
      Ainda não vi o circuito que você mandou, mas irei olhar e depois retorno.
      Cláudio

Comments are closed.