PISCA-PISCA COM VÁRIOS EFEITOS PARA FINS DE ILUMINAÇÃO DECORATIVA- COM PIC 12F675 (REF177)

1

Um simples módulo para controlar alguns efeitos em lâmpadas decorativas…

Sem dúvida, uma iluminação apropriada pode dar vida a um lugar, tornando mais agradável e atrativo. Em muitas lojas, em seus mostruários, utilizam-se luzes piscantes para criar uma decoração diferenciada. Não raro, famílias apreciam seu uso para decorar objetos e casas em épocas festivas.
Neste artigo propomos a construção de um módulo de controle destas luzes com vários efeitos. Veja o esquema abaixo:

O circuito é bem conhecido, com o uso de uma fonte de alimentação sem transformador (FAST), um triac para controlar o conjunto de lâmpadas/leds (de tensão AC da rede elétrica) e o microcontrolador PIC12f675, rodando um programa para gerar os efeitos ao controlar a gate do triac.
Para controlar os efeitos usa-se o botão ‘modo’, sendo que a cada acionamento irá mudar o efeito de forma sequencial. Os efeito obtidos neste programa são estes:

1 ) Brilho crescente até o máximo e volta decrescendo até o mínimo (rápido)
2 ) Brilho crescente até o máximo e volta decrescendo até o mínimo (lento e pausa apagado)
3 ) Pisca-pisca lento
4 ) Pisca-pisca médio
5 ) pisca_pisca rápido
6 ) Trêmula e apaga
7 ) Lampejos lentos
8 ) Lampejos rápidos
9 ) Efeitos 3,4 e 5 em sucessão
10 ) Efeitos 6, 8 em sucessão
11 ) Liga direto
12 ) Desliga

Outros efeitos poderão ser acrescentados, mas ficará por conta de cada hobista esta empreitada.
O programa pode parecer confuso sobre como ele pode funcionar, em especial a rotina ‘executa_modo_sel()’. Mas, diferente de outras rotinas que talvez tenha visto, esta é ‘dinâmica’ ou seja, não realiza toda o trabalho em uma única chamada, mas sim, aos poucos. Por isto, usa-se muitos contadores e flags, para determinar quando determinada parte da rotina deve ser feita. Basicamente, o que ela faz é alterar o valor da variável ‘tempo’ (responsável pela intensidade do brilho das lâmpadas) ao longo do tempo e de acordo com a opção escolhida na variável ‘modo’.
Caso deseje, poderá alterar os valores das ‘constantes dos efeitos’ no começo do programa, para testar/alterar os efeitos (mais rápido ou devagar, mais brilho, etc.) e em seguida, recompilar para obter um novo arquivo ‘hex’ para carregar o PIC.
O triac TIC246D suporta correntes de até 16 Amperes, sendo necessário dissipador térmico. Com correntes pequenas de 1 ou 2 amperes, podemos dispensar o dissipador térmico.
Importante aviso: Não inverta jamais o terminal MT1 pelo MT2, sob o risco de destruir o PIC e componentes agregados. A lampada sempre deverá ser ligado no terminal MT2, seguindo exatamente o esquema acima.
O botão de acionamento deve prover isolação entre o usuário e a alta tensão do circuito, sendo muito importante para a segurança na operação do equipamento.
Obs. Esta montagem é de caráter didático, sendo montado e testado em placa de teste (do tipo ‘protoboard’), sujeita a bugs ainda não observados. Esta sendo fornecido os arquivos que poderão ser alterados conforme a necessidade do hobista.
Cuidados adicionais deve ser tomado por se tratar de montagem envolvendo altas tensões sem isolação da rede elétrica. Use transformador isolador nos testes. Não permita crianças nas proximidades, durantes os testes. Não programe o PIC no circuito, sob o risco de destruir o programador, bem como o risco de eletrocussão, e outras avarias. Programe fora e depois coloque no circuito. Se você não tem experiência com este tipo de equipamento, seria prudente ter supervisão de alguém experiente.

Segue pasta com os arquivos desta montagem:

EFEITOS_TRIAC

Manuais:

PIC12f675
TIC 246 Datasheet
BT139-600E Datasheet

Curiosidades:

Qual é a verdade sobre o Natal?
Presentes dignos de um rei
Será que a arqueologia apoia o registro bíblico?
Como eram os espelhos nos tempos bíblicos?
Como os pastores eram pagos nos tempos bíblicos?
O impacto da ciência em sua vida
Os limites da ciência
Um antigo tesouro encontrado no lixo

Outros artigos para a família:

Devo pedir dinheiro emprestado?
O que faz alguém ser um bom pai ou uma boa mãe?
Pessoas boas sofrem — por quê?
Como se sair bem na escola
Por que evitar a ostentação?
Como reagir ao assédio sexual?
Como se comunicar com seu filho adolescente
O que preciso saber sobre trocar mensagens de texto?
Como parar de discutir
Diga ‘não as pressões dos colegas

Até o próximo artigo!

1

12 comments

  1. 0

    Oi Claudio não tem problema compartilhar não, quero fazer um tipo de controle de iluminação, quero usar a cor dos cartões de banco que todo mundo tem como chave, seria bom se pudessem usar pelo menos a tarja magnética mas imaginei que iria precisar de um cabeçote ou coisa parecida para ler a tarja, então pensei em usar a própria cor dele como código para ativar , fazer um suporte com uma fenda onde ele seria inserido e os foto-transistores, 2 ou 4 ficariam em paralelo com ele sentindo a sua reflexão. Imaginei a ideia de poder gravar os níveis dos foto-transistores porque poderia iluminar com um led vermelho verde ou azul dentro do suporte para que quando o cartão que fosse gravado pudesse servir como chave e ligar o sistema de iluminação. Com o cartão no suporte luzes acesas, ao retirar o cartão conta um minuto e desliga. Não sei se consegui me expressar bem, se não deu pra entender eu tento explicar de novo! rsrs Obrigado!

    1. 0

      Olá Sergio Luiz!
      Eu entendi que você quer fazer um sistema de acionamento baseado na cor do cartão de banco inserido em um dado local do equipamento. Mas, em se fazendo funcionar o sistema, concorda que qualquer cartão do mesmo banco irá liberar o sistema?
      Claudio

      1. 0

        Bom dia Claudio sei disso, mas a ideia não é restringir totalmente é para dar, digamos educação as pessoas que tem maus hábitos em deixar as luzes e equipamentos acesos, usando um dispositivo assim quando sair e retirar o cartão tudo será desligado .
        Abraço

        1. 0

          Olá Sergio Luiz!
          Entendi. Neste caso, até uma micro-chave que fosse acionada quando colocasse o cartão funcionaria. Mas fiquei curioso sobre pegar valores de cores e arquiva-los na eeprom. Quando tiver um tempinho farei testes com a idéia.
          Cláudio

  2. 0

    Bom dia Claudio, preciso da sua ajuda pra resolver um problema que me surgiu, se puder é claro, preciso que um pic, de preferência 12f675 tivesse conectado nas suas portas 4 fototransistores e que esses foto transistores, pudessem ler um determinado nível de reflexão de um objeto e gravasse na memória do pic, e depois somente com esse objeto próximo dos fototransistores (próximo que digo é 5mm de distancia) ele ligasse um led e permanecesse aceso e com a retirada do estimulo(o objeto no caso) ficasse acesso por um minuto e apagasse até a próxima aproximação, seria necessário a gravação desse nível para que possa ser usado objetos de diferentes cores seria possível?
    Desde já muito obrigado.

    1. 0

      Olá Sergio Luiz!
      Eu não entendi bem o que você deseja fazer? Poderia compartilhar sua ideia? Porque 4 sensores? A iluminação vem do ambiente ou por led/lampada acionada pelo circuito? O circuito seria para identificar objetos pela sua cor ou algo assim? Se não puder compartilhar, por ser um assunto sigiloso, eu entenderei.
      Claudio

      1. 0

        Boa noite Claudio, então a micro-chave daria certo porém até um papel ou qualquer outra coisa acionaria, seria interessante acionar somente com determinado cartão mesmo que outro de mesma cor acionasse.
        Obrigado por se interessar pela ideia.
        seria legal um led indicando que reconheceu o cartão, outro que o cartão é invalido um piscando indicando que falta apenas um minuto, muita coisa né?rsrs
        Abraço.

        1. 0

          Olá Sergio Luiz!
          Futuramente, irei fazer testes baseado em sua ideia. Obrigado por sua sugestão.
          Cláudio

  3. 0

    Caro Claudio, excelentes projetos, oque acha de um projeto com PIC, LCD 16×2, teclado, eletrovalvula de 12Vcc e um medidor de fluxo de água YF-S201.
    O objetivo é marcar um volume de água e a valvula é liberada até que o volume passe pelo medidor, e outra função de abrir valvula e ficar medindo o volume que passa.
    Abraços
    CMDilger

    1. 0

      Olá Cmdilger! Agradeço a sua sugestão de projeto e pelo apreço pelos ‘projetinhos’ deste blog.
      Irei analisar o funcionamento deste medidor de fluxo, pois me pareceu bem interessante.
      Obrigado
      Cláudio

Comments are closed.